Benfica arrasa Famalicão na estreia do campeonato

Waldschmidt, Cebolinha, Grimaldo e Rafa marcaram para as águias. Guga reduziu para os famalicenses. Veja os golos.

Depois do desaire europeu, o Benfica redimiu-se e entrou a vencer de forma categórica no campeonato. Os encarnados golearam o Famalicão por 1-5, com golos de Waldschmidt (bis), Cebolinha, Grimaldo, Rafa. Guga marcou o golo de honra para a equipa da casa.

Famalicão e Benfica abriram a edição 2020/2021 da I Liga, num duelo em dia de chuva e sem o calor dos adeptos nas bancadas devido à pandemia.

De um lado estava a equipa sensação da época passada. A formação de João Pedro Sousa perdeu alguns elementos fulcrais na boa campanha que culminou no sexto lugar. Diogo Gonçalves é um desses jogadores que estava no banco de suplentes dos encarnados.

Já do lado do Benfica, o forte investimento faz da equipa encarnada uma dos favoritas à conquista da prova. O clube da Luz investiu mais de 80 milhões em reforços e numa nova equipa técnica liderada por Jorge Jesus.

A época começou da pior maneira. No primeiro jogo oficial, as águias foram eliminadas da Liga dos Campeões ao serem derrotadas pelo PAOK. Em relação esse jogo que não traz boas memórias aos encarnados, o treinador optou por fazer várias alterações na equipa, dando a titularidade a Gabriel, Rafa, Waldschmidt e Darwin Núñez.

Antes de do apito inicial, no estádio 22 de julho, a Liga ainda promoveu uma coreografia de homenagem aos adeptos ausentes neste arranque de campeonato.

Com novas caras no ataque, o Benfica começou o encontro à procura dos golos e muito presente no ataque. Aos cinco minutos de jogo, Calvin travou em falta Rafa no bico da grande área. Na sequência do livre, Tarrabt levantou para a pequena área e Darwin surgiu a cabecear por cima da baliza de Zlobin.

Logo a seguir, o Famalicão respondeu mas Grimaldo cortou a linha de passe da equipa da casa. Cebolinha pegou na bola e serviu o alemão Waldschmidt. O ex-Friburgo tentou a jogada individual e só parou quando rematou à malha lateral da baliza adversária.

Os reforços estavam com vontade de se mostrar e o primeiro golo apareceu aos 18 minutos. Luca Waldschmidt apareceu solto de marcação na área e picou a bola por cima de Zlobin.

O Famalicão respondeu e apareceu no ataque com perigo. Guga quis surpreender Vlachodimos num remate cruzado, obrigando o guardião encarnado a protagonizar uma enorma defesa.

Logo a seguir, contra-ataque encarnado com Gabriel a abrir o jogo para André Almeida. O experiente lateral encarnado cruzou para a entrada da área e Cebolinha rematou para o segundo golo da tarde.

O Famalicão foi à procura mais uma vez da resposta, mas o Benfica estava inspirado nesta abertura de campeonato. A poucos minutos do intervalo, Taraabt foi carregado em falta do lado direito do ataque encarnado.

O livre era bem ao jeito do pé esquerdo de Grimaldo, que não desiludiu. O espanhol mostrou confiança e rematou para um golaço no estádio 22 de julho, marcando o terceiro tento do Benfica.

Na segunda parte, o contra-ataque do Benfica manteve-se mortífero. Aos 51 minutos, Cebolinha aproveita o espaço do lado esquerdo do ataque, entra na área e depois de vários ressaltos consegue servir Rafa. O internacional português trocou a volta aos defesas da equipa famalicense e aplicou um remate colocado de pé esquerdo para o quarto golo da noite.

O Benfica dominava o encontro, não deixando o adversário colocar em campo as ideias que tinha para o jogo. Jesus tinha prometido arrasar e a equipa mostrava isso mesmo em campo.

Aos 66 minutos, Darwin serviu Waldschmidt na grande área e o alemão só teve de encostar para bisar na partida.

Logo a seguir, o Famalicão aproveitou uma desconcentração da defesa encarnada. Rui Lameiras fugiu pelo lado direito, soltando-se da marcação de Grimaldo e encontrou na área Guga, que sozinho, reduziu a desvantagem no marcador.

Antes do apito final, Rui Lameiras ainda acertou no poste da baliza de Vlachodimos.

O encontro terminou com goleada no placar para o Benfica, que soma os primeiros três pontos na competição.

Onze do Famalicão: Zlobin, Jordão, Riccieli, Babic e Calvin; Gustavo Assunção, Guga e Jorge Pereira; Rúben Lameiras, Fernando e Toni Martínez.

Suplentes do Famalicão: Luiz Júnior, Henrique Trevisan, Ibrahim, Patrick William, Ofori, Neto, Matheus Clemente, Walterson, del Campo.

Onze do Benfica: Vlachodimos; André Almeida, Rúben Dias, Vertonghen e Grimaldo; Gabriel, Taarabt, Rafa e Everton; Waldschmidt e Darwin.

Suplentes do Benfica: Helton Leite, Nuno Tavares, Ferro, Pizzi, Weigl, Seferović, Diogo Gonçalves, Pedrinho, Vinícius.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de