Alemanha tem de vencer para chegar aos oitavos do Mundial, Espanha mais tranquila

Germânicos entraram no Mundial a perder e chegam agora à última jornada não só a precisar de vencer, mas também dependentes do resultado do outro jogo do grupo.

A Espanha, à beira do apuramento, e a Alemanha, obrigada a vencer, esperam esta quinta-feira seguir para os oitavos de final do Mundial 2022 de futebol, em dia que também a Croácia e Bélgica fazem contas em outro grupo.

No grupo E, os dois campeões do mundo esperam que a história siga o seu natural curso, com a Espanha (campeã de 2010) a ter a certeza do apuramento em caso de vitória ou empate, embora mesmo uma derrota possa não a deixar de fora.

Caso perca com o Japão, o que é menos provável, a Espanha será eliminada se a Costa Rica vencer a Alemanha, um cenário que deixaria costa-riquenhos e nipónicos qualificados.

Uma derrota da Espanha conjugada com um empate da Costa Rica deixaria as duas seleções com quatro pontos, mas seria necessário uma hecatombe dos espanhóis em matéria de golos sofridos, quando têm um saldo muito superior.

A Alemanha, campeã em (1954, 1974, 1990 e 2014), está obrigada a vencer a Costa Rica e a esperar que a Espanha vença o Japão, enquanto uma vitória germânica conjugada com um empate dos samurais obrigará também a contas nos golos marcados e sofridos.

À entrada para a terceira jornada do grupo E, com jogos às 19h00 (horas de Lisboa) a Espanha tem quatro pontos - e a importância de um saldo de golos de 8-1 -, o Japão (2-2) e a Costa Rica (1-7), ambos com três pontos, e a Alemanha com um (2-3).

Canadá despede-se

Um pouco antes, a partir das 15h00, entra em ação o grupo F, com Croácia (quatro pontos), Marrocos (quatro) e Bélgica (três) na corrida aos oitavos, enquanto o Canadá (zero), que defronta os marroquinos, despede-se da competição.

Os croatas, vice-campeões em 2018, apuram-se se vencerem ou empatarem com os belgas, mas a derrota pode até servir, se o Canadá vencer Marrocos, o que levaria as contas de golos entre a equipa de Zlatko Dalic e os marroquinos.

Já Marrocos qualifica-se com um triunfo ou um empate, enquanto uma derrota implica ficar dependente do resultado do outro jogo. Se a Bélgica vencer, Marrocos terá de desempatar nos golos com os croatas - visto que ambos teriam à mesma quatro pontos -, mas uma derrota belga manteria a seleção africana na frente, mesmo que perdesse.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de