Fase de grupos da Champions mais perto. Benfica dominador vence Dínamo de Kiev na Polónia

A partida disputou-se em Lodz, na Polónia, que serviu de casa emprestada aos ucranianos que estão impedidos de jogar em Kiev por causa da guerra.

PorTSF
© Grzegorz Michalowski/EPA

O Benfica apareceu na Polónia para abrir caminho para a fase de grupos da Liga dos Campeões e foi o que fez. Gilberto e Gonçalo Ramos fizeram os golos na primeira parte que deram a vitória às águias perante o Dínamo de Kiev.

Face à guerra na Ucrânia, o encontro da primeira mão do play-off teve lugar em Lodz, na Polónia, onde o Benfica tentará manter o pleno de vitórias na presente temporada.

Ouça o filme do jogo, com o Relato TSF de António Botelho e sonorização de Paulo Jorge Guerreiro

Your browser doesn’t support HTML5 audio

A primeira ameaça na partida apareceu do lado benfiquista. Ao terceiro minuto, Gonçalo Ramos recebe a bola na área e remata às malhas laterais.

Depois de uma primeira ameaça ucraniana, o Benfica chega ao golo. Boa jogada encarnada e João Mário serve Gilberto para um remate colocado da entrada da área.

Perto dos 25 minutos, João Mário fica muito perto do golo com um grande remate de fora da área a sair ligeiramente ao lado.

Tsygankov muito perto de um grande golo aos 34 minutos. O esquerdino recebe a bola e de longe remata, mas a bola sai um pouco ao lado da baliza de Odysseas.

Logo a seguir, o Benfica marca o segundo. Erro gritante da defesa ucraniana, João Mário ganha a bola e serve Gonçalo Ramos que, isolado, mete a bola no fundo da baliza de Bushchan.

A partida chega com o 2-0 ao intervalo.

O Benfica, mantém o controlo do jogo, não deixando que o Dínamo de Kiev consiga criar perigo.

Roger Schmidt mexe pela primeira vez na equipa aos 63 minutos. Henrique Araújo e Yaremchuk entram para os lugares de Gonçalo Ramos e David Neres.

Os ucranianos quase reduzem aos 63 minutos, com Karavaev a aparecer isolado, mas Vlachodimos consegue evitar o golo.

O Dínamo de Kiev volta a ameaçar à entrada dos dez minutos finais. De novo Karavaev que recebe pela direita, puxa para dentro e remata para uma boa defesa de Vlachodimos.

A partida termina com a vitória do Benfica na Polónia. No regresso a Lisboa, os encarnados vão ter dois golos de vantagem para gerir, se quiserem juntar-se a FC Porto e Sporting na fase de grupos da Liga dos Campeões.

Onze do Dínamo de Kiev: Bushchan; Kedziora, Zabarnyi, Popov e Dubinchak; Tsygankov, Andriyevskiy, Shaparenko e Shepeliev; Buyalskiy e Besedin

Onze do Benfica: Vlachodimos; Gilberto, Otamendi, Morato e Grimaldo; Florentino e Enzo Fernández; Neres, Rafa e João Mário; Gonçalo Ramos

Suplentes do Dínamo de Kiev: Neshcheret, Boyko, Vivcharenko, Bol, Burda, Vanat, Yatsyk, Karavaev, Kravchenko, Tymchyk, Syrota e Tsarenko

Suplentes do Benfica: Helton Leite, Vertonghen, Alexander Bah, Yaremchuk, Diogo Gonçalves, Chiquinho, Ristic, Weigl, Musa, Henrique Araújo, Paulo Bernardo e António Silva.

Relacionados

Veja Também

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG