Luís Tavares, capitão da seleção de hóquei em campo, morre aos 27 anos

Federação realça o atleta como um "rapaz bom, integro, afável, solidário e com um enorme talento".

PorLusa
© Ivo Pereira / Global Imagens (arquivo)

Luís Tavares, capitão da seleção portuguesa de hóquei em campo, morreu este domingo aos 27 anos, anunciou nas redes sociais a Federação Portuguesa de Hóquei (FPH).

"Esta é uma daquelas notícias que não queremos, nem nunca estaremos preparados para receber. O Luís Tavares era um rapaz bom, integro, afável, solidário e com um enorme talento. Era um campeão no hóquei e acima de tudo na vida", refere a FPH.

O organismo acrescenta que Luís Tavares era "um exemplo para todos de como se deve estar no hóquei e na vida".

"O Tavares era o capitão da seleção nacional, porque foi alguém cujas qualidades e características nos levavam para os melhores valores. Mas mais do que capitão, ou um dos melhores jogadores de sempre do hóquei português, o Luís sempre foi um bom amigo", adianta.

A FPH acrescenta que tudo fará para que "a sua memória e o seu bom exemplo perdurem no tempo" e endereçou "à família, amigos e a todos aqueles que tiveram o privilégio de fazer parte da sua vida, um abraço solidário neste momento de dor".

"O mundo fica mais pobre, muito mais pobre. Jamais esquecerei a tua energia, o teu sorriso e piada fácil. Até já, Tavares", escreveu a Federação Portuguesa de Hóquei na sua página na rede social Facebook.

Luis Tavares era jogador do Casa Pia, clube que também já lamentou a morte do seu atleta.

"É com enorme pesar que o Casa Pia anuncia o falecimento de Luís Tavares, capitão de equipa de hóquei em campo. Não existem palavras para descrever a enorme tristeza que todos sentimos", adianta o clube.

De acordo com o jornal Record, que cita o presidente da FPH, Luís Tavares foi a vítima mortal de um acidente de viação que ocorreu na última madrugada na Ponte 25 de Abril, que liga Almada e Lisboa.

Relacionados

Veja Também

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG