Máscaras no banco e testes na antevespéra de cada jogo. Liga anuncia novas regras

A Liga Portugal esteve reunida com os departamentos de futebol e médicos para dar a conhecer as alterações impostas pela DGS.

PorTSF
© Gerardo Santos/Global Imagens

A Liga Portugal esteve reunida com os departamentos médicos dos clubes da Primeira Liga, onde apresentou as novas regras impostas pela Direção-Geral da Saúde.

Em comunicado, o organismo anuncia "o regresso da testagem semanal obrigatória, com testes antigénio, nas 48 horas antes de cada jogo".

Portugal está a partir de hoje em situação de calamidade o que obriga a apertar as medidas sanitárias nos treinos, estágios e jogos. Assim, será "obrigatória a utilização permanente de máscara por parte de todos os elementos no banco de suplentes, com exceção do treinador principal", lê-se na nota.

Leia o comunicado na íntegra

"A Liga Portugal reuniu esta tarde com os departamentos de futebol e departamentos médicos, a fim de dar a conhecer as alterações à norma 036/2020 que obriga a um reajuste nos procedimentos de trabalho, no âmbito do combate à COVID-19, após indicações dadas pela Direção-Geral da Saúde em estreita colaboração com a Liga Portugal.

Estas medidas de antecipação impõem o regresso da testagem semanal obrigatória, com testes antigénio, nas 48 horas antes de cada jogo.

Com o regresso do estado de calamidade, foi consensualizado na reunião a necessidade de reforço das medidas e procedimentos em contexto de treino, estágio e jogo, voltando a ter caráter obrigatório a utilização permanente de máscara por parte de todos os elementos no banco de suplentes, com exceção do treinador principal.

As Sociedades Desportivas poderão dispor da possibilidade de, independentemente da lotação do seu estádio, limitar a emissão de bilhetes ao máximo de 5000 espectadores, desde que sejam respeitados integralmente todos compromissos regulamentares associados à bilhética.

Como previamente noticiado, acima da lotação de 5000 espectadores, passa a ser obrigatório a apresentação de certificado de teste ou certificado de recuperação ou de teste negativo, devidamente comprovado por entidade competente."

Relacionados

Veja Também

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG