Supertaça tirada do Pote. Sporting vence Braga e conquista primeiro título da época

Braga abriu o marcador, mas o campeão virou o resultado em Aveiro. Pedro Gonçalves marcou um golaço.

PorGuilherme de Sousa

 foto AFP

 foto Gonçalo Delgado/Global Imagens

 foto Gonçalo Delgado/Global Imagens

 foto Lusa

 foto AFP

 foto EPA

 foto AFP

 foto AFP

 foto Gonçalo Delgado/Global Imagens

 foto Gonçalo Delgado/Global Imagens

O Sporting conquistou este sábado a Supertaça Cândido Oliveira depois de vencer (2-1) o Sporting de Braga, no jogo disputado no Estádio Municipal de Aveiro. Os arsenalistas colocaram-se em vantagem aos 20 minutos de jogo, mas até ao final da primeira parte, os leões deram a volta ao resultado com golos de Jovane (30") e Pedro Gonçalves (43").

Nos primeiros 15 minutos de jogo, o Sporting cedeu à pressão do Sporting de Braga, que criou muitas dificuldades ao campeão nacional. Os arsenalistas apareceram sempre com muito perigo junto à baliza de Adán, mas pecavam na finalização.

Já o Sporting, só aos 16 minutos, conseguiu ensaiar uma jogada de ataque, que culminou num pontapé de canto. Pedro Gonçalves, melhor marcador da época passada, foi o primeiro jogador a fazer um remate enquadrado da baliza de Matheus.

Mas aos 20 minutos o Sporting de Braga concretizou a ameaça e abriu o marcador em Aveiro. Ricardo Horta viu a desmarcação de Fransérgio. O médio arsenalista tirou Gonçalo Inácio do caminho e rematou, na meia-lua, para o fundo da baliza de Adán.

A vantagem do Braga durou apenas nove minutos. O Sporting aproveitou o facto de os arsenalistas estarem com a defesa muito subida no terreno e, numa velocidade estonteante chegaram à igualdade, para delírio dos adeptos nas bancadas.

No flanco esquerdo da equipa de Amorim, Nuno Mendes serviu Jovane Cabral que, na cara de Matheus, bateu o guardião minhoto e apontou o primeiro golo oficial do leão na temporada.

Dois minutos depois, os leões estiveram muito próximos da reviravolta, após nova jogada pelo lado esquerdo do ataque. Nuno Mendes foi lançado por Paulinho e cruzou para área. Sozinho e em boa posição, Pedro Gonçalves rematou para uma enorme defesa de Matheus.

Se não foi à primeira, foi à segunda. Em cima do intervalo, Pedro Gonçalves desmarcou-se pelo flanco direito, entrou na área e apontou um golaço, colocando a bola no ângulo da baliza bracarense.

Na segunda parte, o Sporting de Braga promoveu uma alteração. Carlos Carvalhal lançou mexeu no eixo da defesa, colocando Tormena no lugar de Raúl Silva.

O Sporting começou o segundo tempo no ataque e esteve próximo de aumentar a vantagem. Pedro Gonçalves voltou a travar novo duelo com Matheus, mas o guardião bracarense voltou a protagonizar uma excelente defesa.

Os arsenalistas não tinham argumentos para dar a volta ao campeão, que dominou grande parte do segundo tempo. Foram raras as vezes que os avançados da formação orientada por Carlos Carvalhal incomodaram Adán.

Do outro lado, o destaque recaía todo sobre Pedro Gonçalves, que voltou a ter uma boa oportunidade para bisar na partida, mas Tormena fez um corte "in-extremis".

A 10 minutos do final, Matheus perdeu a bola em zona proibida e Pote falhou o terceiro golo leonino de baliza aberta. Logo a seguir, foi substituído sob uma grande ovação dos adeptos presentes nas bancadas do Municipal de Aveiro.

Até final, apesar da pressão final do Braga, o Sporting manteve intacta a baliza e conquistou o primeiro título da época.

Onze do Sporting: Adán; Inácio, Coates e Feddal; Ricardo Esgaio, Palhinha, Matheus Nunes e Nuno Mendes, Pote, Paulinho e Jovane Cabral.

Onze do Sporting de Braga: Matheus; Paulo Oliveira, Raúl Silva e Sequeira; Fabiano, André Horta, Al Musrati e Galeno; Ricardo Hora, Abel Ruiz e Fransérgio.

Árbitro: João Pinheiro

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG