"Ano muito duro." Fernando Pimenta esteve para não participar no mundial de canoagem

Português admite à TSF que, depois dos Jogos Olímpicos, ainda ponderou não ir aos campeonatos do mundo, mas agora ter mais uma medalha de ouro ao peito sabe mesmo muito bem.

Fernando Pimenta ainda teve dúvidas sobre se participava ou não, mas acabou por valer a pena. É outra vez campeão do mundo dos mil metros individuais, em K1. Nos mundiais de canoagem na Dinamarca, o canoísta português deixou a concorrência para trás e garantiu o lugar mais alto do pódio.

À TSF, o português admite que, depois dos Jogos Olímpicos, ainda ponderou não ir aos campeonatos do mundo, mas agora ter mais uma medalha de ouro ao peito sabe mesmo muito bem.

"Tem um valor especial. Depois de um ano muito duro, conseguir voltar aos títulos, num ciclo olímpico, sem dúvida que é muito especial. Depois deste trabalho que fizemos, um mês e meio depois dos Jogos em que tivemos de voltar a sacrificar, trabalhar de forma consistente e procurar boas sensações, houve uma fase em que eu e o meu treinador estavamos um bocado reticentes sobre se iamos conseguir chegar numa boa forma", explicou Fernando Pimenta.

No domingo, o canoísta vai lutar por mais um pódio dos cinco mil metros e diz estar confiante.

"Amanhã tudo é possível porque é um campeonato do mundo, não nos podemos esqueceer. Há atletas especializados nos cinco mil metros, que vieram aqui só para competir nessa prova, e gosto de estar na luta, dar o meu melhor e neste momento o foco está lá. Vou recuperar o melhor possível e amanhã tentar estar numa boa forma para estar na luta pelos lugares cimeiros", contou o canoísta.

Fernando Pimenta já soma 107 medalhas em competições internacionais.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de