Bárbara Timo é vice-campeã mundial de judo em -70 kg

A francesa Marie Eve Gahie, que tinha arrebatado a medalha de prata nos Mundiais de 2018, bateu a judoca do Benfica ao fim de 48 segundos.

A portuguesa Bárbara Timo foi derrotada, esta quinta-feira, pela francesa Marie Eve Gahie na final da competição de -70 kg dos Mundiais de judo, em Tóquio, por ippon, conquistando a medalha de prata na categoria.

A judoca nascida no Rio de Janeiro e naturalizada portuguesa em janeiro, de 28 anos, chegou à final da competição ao derrotar a também francesa Margaux Pinot, campeã da Europa, nas meias-finais, em 54 segundos, igualmente por ippon.

Em declarações à TSF, a judoca mostrou-se "muito feliz" com a prova realizada: "É um sonho concretizado."

Bárbara Timo lamentou, no entanto, não ter conseguido alcançar a medalha de ouro. "A final não foi como eu esperava. Fiz o que dava, mas senti muita dor no momento em que me paralisou. Sabia que, se continuasse, podia lesionar a costela", explicou a judoca, que deixou ainda um agradecimento a todos os que a apoiaram.

Timo começou a competição com dois triunfos por ippon, diante da mongol Enkhchimeg Tserendulam e da belga Roxane Taeymans.

Seguiram-se o triunfo por waza-ari frente à japonesa Chizuru Arai, que defendia o título mundial conquistado em 2017 e 2018, e o embate dos quartos de final diante da holandesa Sanne van Dijke, campeã da Europa em 2017 e atual vice continental, que Timo venceu no 'ponto de ouro', após 6.20 minutos.

Os Mundiais de judo decorrem até domingo na capital japonesa.

Na sexta-feira, a seleção portuguesa vai estar representada por Yahima Ramirez e Patrícia Sampaio, ambas em -78 kg), e por Jorge Fonseca, que inicia a competição de -100 kg com o estatuto de cabeça de série.

Notícia atualizada às 13h03

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de