Seferovic ajoelha Jesus. Benfica mantém esperança na Champions

Encarnados empataram sem golos em Camp Nou. Avançado suíço teve a melhor oportunidade do jogo nos descontos. Apuramento decidido na última jornada da fase de grupos.

O Benfica empatou esta terça-feira (0-0) em Camp Nou frente ao Barcelona, adiando o ainda possível apuramento para os oitavos de final para a última jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Nos descontos, o avançado suíço Seferovic teve a melhor oportunidade do encontro, depois de o Barça ter tido duas bolas no ferro. Vlachodimos também esteve em destaque, com um par de defesas decisivas.

Com este resultado, os encarnados estão dependentes do resultado do Bayern, que defronta o Barcelona na última jornada. Caso os bávaros vençam e o Benfica triunfe na Luz frente ao Dínamo de Kiev, a equipa de Jesus segue em frente na prova.

Depois da goleada frente ao Paços de Ferreira na Taça de Portugal, o Benfica deslocou-se à Catalunha para defrontar o Barcelona, em jogo da quinta jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões.

Para este jogo, João Mário recuperou da lesão que o afastou dos últimos jogos das águias e voltou à titularidade no meio campo encarnado. Na defesa, André Almeida ocupava a vaga deixada por Lucas Veríssimo, que recupera de uma grave lesão.

Na Catalunha, este era o jogo de estreia do novo treinador dos blaugrana, Xavi que no último sábado somou a primeira vitória à frente da equipa.

Aos 12 minutos, Everton perdeu a bola no meio campo e o Barcelona aproveitou o espaço. Já dentro da área, Ronald Araújo atirou ao lado da baliza Vlachodimos.

A equipa do Benfica teve algumas dificuldades para tirar a bola ao adversário. Até à meia hora de jogo, o Barça foi sempre a equipa mais perigosa em campo, criando dificuldades à linha defensiva encarnada.

Finalmente, aos 33 minutos, na sequência de um canto, o Benfica criou perigo. Yaremchuk cabeceou para uma defesa por instinto de Ter Stegen, que cortou a bola com as pernas.

No minuto a seguir, o Benfica festejou, mas o árbitro anulou o golo. Noutro pontapé de canto, Everton levantou a bola ao segundo poste e Otamenti, de pé esquerdo, marcou. No entanto, a bola fez um arco e saiu do terreno de jogo. O árbitro anulou o lance.

Nos primeiros 25 minutos da segunda parte, o jogo entrou num ritmo mais alto, com as equipas a arriscarem no ataque.

O Benfica teve mais espaço e o Barcelona também aumentou a pressão junto à área encarnada. Jorge Jesus lançou Darwin e a sua mobilidade criou algumas dificuldades na defesa catalã.

Xavi respondeu e fez entrar o francês Dembélé e, aos 69 minutos, criou uma nova oportunidade. Pelo flanco direito, o avançado foi à linha e cruzou para de Jong. O holandês cabeceou para uma enorme defesa de Vlachodimos.

Na reta final do encontro, o Barça fez o tudo por tudo para conseguir marcar e levar os três pontos. A dez minutos do fim, Ronald Araújo marcou e gelou os encarnados. No entanto, o uruguaio estava em posição irregular e o árbitro voltou a anular o lance.

Nos descontos, o Benfica teve tudo para marcar e selar um triunfo em Camp Nou. Darwin fugiu em contra-ataque e serviu Seferovic que, na cara de Ter Stegen, não conseguiu apontar o golo que dava os três pontos.

No banco, Jesus não quis acreditar e ajoelhou-se, num ato de desespero.

Onze do Benfica: Vlachodimos; André Almeida, Otamendi e Vertonghen; Gilberto, Weigl, João Mário e Grimaldo; Rafa, Everton e Yaremchuk.

Onze do Barcelona: Ter Stegen; Piqué, Ronald Araújo, Sergio Busquets, Depay, Demir, Lenglet, Jordi Alba, Frenkie de Jong, Nico González e Gavi.

Suplentes do Benfica: Svilar e Hélton Leite; Darwin Nuñez, Meité, Seferović, Pizzi, Lázaro, Taarabt, Gedson Fernandes, Gonçalo Ramos, Morato e Ferro

Suplentes do Barcelona: Neto e Iñaki Peña; Dest, Ricard Puig, Dembélé, Coutinho, L. de Jong, Mingueza, Umtiti, Eric García e Balde.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de