Darwin ensinou a teoria no regresso aos triunfos do Benfica

Hat-trick de Darwin colocou novamente as águias no caminho das vitórias. Veja os golos.

O Benfica venceu, no Estádio da Luz, a B SAD por 3-1, num encontro referente à 29.ª jornada da I Liga. Apesar do susto inicial do adversário, os encarnados deram a volta ao marcador com hat-trick de Darwin.

O treinador das águias, Nélson Veríssimo, deixou Grimaldo e Weigl de fora da convocatória, por opção, e realizou seis alterações no XI inicial em relação ao jogo de terça-feira, que terminou com a derrota frente ao Liverpool, para a Liga dos Campeões. Ainda assim, o onze alternativo tomou conta do recado e relegou a B SAD de volta ao último lugar do campeonato.

No início do jogo, os visitantes mostraram alguma agressividade na marcação ao portador da bola. O Benfica tentou assumir logo as rédeas do encontro, mas a B SAD estragou eventuais planos dos encarnados.

Aos três minutos, Afonso Sousa aproveitou alguma falta de comunicação da defesa das águias. O médio partiu para o contra-ataque, passou a bola a Rafael Camacho na ala e, num lance relâmpago entre dois internacionais jovens por Portugal, Camacho devolveu a cortesia e Afonso Sousa estava pronto a abrir o marcador, solto na grande área. Estava feito o 1-0 na Luz.

Depois do golo sofrido, foi a vez de o Benfica pressionar o adversário. Ao passar do minuto 22, a B SAD tentou construir desde trás, com um lance a começar nos pés do guarda-redes Luís Felipe e passando pela defesa dos azuis, mas Taarabt antecipou-se e recuperou a posse, encontrando Darwin que, com uma receção orientada, desorientou a defesa contrária e fez o empate.

Antes do intervalo, Everton teve nos pés o golo que daria a vantagem ao Benfica pela primeira vez na tarde deste sábado. Num ressalto após um primeiro ensaio de Darwin Nuñez, o brasileiro rematou ao poste da baliza adversária. Pouco depois, foi a vez de Rafael Camacho voltar a causar um frisson no Estádio da Luz, confirmando a intensidade apresentada por ambas as equipas na primeira parte, que terminou empatada a um golo.

No regresso dos balneários, o Benfica começou como terminou a primeira, com mais oportunidades para chegar à reviravolta no marcador. Após ameaçar, a vantagem dos encarnados chegou no minuto 54.

Num lance trabalhado desde a defesa, Valentino Lázaro deixou a ala e chegou com a bola chegou ao meio-campo, onde passou a Adel Taarabt. O marroquino, após falhar o primeiro passe, acertou na segunda oportunidade e voltou a encontrar Darwin, que assim bisou no encontro.

Quatro minutos depois, o 3-1 do Benfica foi, novamente, com sotaque espanhol do Uruguai. Tal como na primeira volta da I Liga, Darwin voltou a assinar um hat-trick frente à B SAD e ultrapassou a marca de 30 golos durante e época de 2021/22.

O atrevimento com que a B SAD surpreendeu durante a primeira parte foi esmorecendo e os encarnados, depois de três golos na segunda metade da partida, dominaram até ao apito final de Gustavo Correia.

Com esta vitória, o Benfica diminui, de forma provisória, a desvantagem em relação aos rivais, ficando a seis pontos do Sporting e a doze pontos do FC Porto. A B SAD, após a vitória do Moreirense em Barcelos, frente ao Gil Vicente, voltou a descer ao último lugar da I Liga.

Onze do Benfica: Odysseas Vlachodimos; André Almeida, Otamendi, Morato e Lázaro; Diogo Gonçalves, Meite, João Mário, Adel Taarabt e Everton; Darwin Nuñez

Onze da B SAD: Luiz Felipe; Carraça, Yohan Tavares, Cafu Phete e Calila; Sithole e Braima Sambú; Camacho, Afonso Sousa, Baraye; Safira.

Suplentes do Benfica: Helton Leite, Gilberto, Seferovic, Yaremchuk, Rafa, Gil Dias, Paulo Bernardo, Tomás Araújo e Gonçalo Ramos

Suplentes da B SAD: João Monteiro, Nilton, Pedro Nuno, Danny, Chima, Camará, Sandro, Tomás Castro e Licá

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de