"Benfica está em primeiro lugar." Luís Filipe Vieira suspende funções com "efeitos imediatos"

Em comunicado, Luís Filipe Vieira anuncia que suspende todas as funções no Benfica, após ter sido detido no âmbito do processo Cartão Vermelho.

Luís Filipe Vieira suspende as funções como presidente do Benfica. O comunicado assinado pelo dirigente encarnado reforça que "o clube está em primeiro lugar".

"No âmbito da operação cartão vermelho, em que sou diretamente visado, e enquanto o inquérito em curso puder constituir um fator de perturbação, suspendo, com efeitos imediatos, o exercício das minhas funções como presidente do Sport Lisboa e Benfica, bem como todas as participadas do clube", lê-se em comunicado.

O dirigente encarnado pede aos benfiquistas que "se mantenham serenos na defesa do bom nome" do clube.

A TSF sabe que a direção do Benfica vai reunir nas próximas horas para decidir os próximos passos no futuro do clube da Luz.

Luís Filipe Vieira e os outros detidos no âmbito da operação Cartão Vermelho começam a ser ouvidos esta sexta às 09h00. O primeiro é o empresário José António dos Santos, conhecido como Rei dos Frangos.

O presidente do Benfica só deverá ser ouvido esta sexta-feira pelo juiz Carlos Alexandre, mas o Ministério Público já decidiu pedir a prisão preventiva do dirigente. A informação foi confirmada pelo advogado de Luís Filipe Vieira, à saída do Tribunal Central de Investigação Criminal.

Depois de consultar o processo, Manuel Magalhães e Silva confirmou que o Ministério Público vai pedir a prisão preventiva, mas o advogado acredita que o juiz ainda não tem uma decisão tomada. "O juiz Carlos Alexandre não me fez confidências, e, portanto, não faço ideia nenhuma se lhe vai alguma ideia na cabeça e também não vou pensar que, neste momento, sem ter ouvido os arguidos, sem ter ouvido o Ministério Público nas posições que tomaram relativamente às medidas de coação e sem ter ouvido a defesa, que tenha uma decisão."

Os interrogatórios são retomados às 09h00, depois de os quatro detidos, entre os quais Luís Filipe Vieira, terem sido identificados. Os advogados consultaram as provas indiciárias até perto das 22h00 de quinta-feira, e o presidente do Benfica passou a segunda noite na cadeia da PSP, em Moscavide.

O empresário e presidente do Benfica Luís Filipe Vieira, de 72 anos, foi um dos quatro detidos na quarta-feira numa investigação que envolve negócios e financiamentos superiores a 100 milhões de euros, com prejuízos para o Estado e algumas sociedades.

Leia aqui na íntegra o comunicado de Luís Filipe Vieira:

"O Benfica está primeiro. Perante os eventos dos últimos dias, no âmbito da operação "Cartão Vermelho", em que sou diretamente visado, e enquanto o inquérito em curso puder constituir um fator de perturbação, suspendo, com efeitos imediatos, o exercício das minhas funções como presidente do Sport Lisboa e Benfica, bem como de todas as participadas do clube.

Apelo a todos os benfiquistas para que se mantenham serenos na defesa do bom nome da grande instituição que é o Benfica.

Luís Filipe Vieira"

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de