"Foi um choque." Benfica manifesta "profunda tristeza" pela morte de Reyes

O jogador de futebol espanhol, de 35 anos, tinha representado o Benfica durante a época 2008/2009.

O Benfica manifestou "profunda tristeza e consternação" pela morte do futebolista internacional espanhol José Antonio Reyes, vítima de um acidente de viação, numa nota publicada no site oficial do clube lisboeta, que o avançado representou em 2008/09.

"Foi um choque e com profunda tristeza e consternação que tomámos conhecimento do fatídico acidente que vitimou o nosso ex-jogador José Antonio Reyes, um jovem de 35 anos", refere a publicação, assinada pelo presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira.

O acidente que vitimou o avançado espanhol ocorreu às 11h40 (10h40 em Lisboa), numa autoestrada entre Sevilha e Utrera, localidade onde nasceu, tendo o carro em que circulava sofrido um despiste, incendiando-se de seguida, de acordo com a agência EFE.

"Em meu nome pessoal e em nome do Sport Lisboa e Benfica apresento as mais sentidas condolências a toda a sua família e amigos, manifestando profunda solidariedade e pesar nesta hora difícil e muito triste. O atleta e homem exemplar ficará para sempre na nossa memória", assinala a nota divulgada pelo campeão nacional de futebol.

Reyes, que atuou esta temporada no Extremadura, da segunda divisão espanhola, jogou no Benfica na época 2008/09, por empréstimo do Atlético de Madrid, tendo disputado 35 jogos e marcado seis golos ao serviço da equipa lisboeta, pela qual conquistou a Taça da Liga, tendo marcado um golo na final, frente ao Sporting.

O avançado, que tem 21 internacionalizações pela seleção de Espanha, nas quais marcou quatro golos, conquistou por cinco vezes a Liga Europa e venceu uma Supertaça europeia, tendo-se ainda destacado no Arsenal, no qual conquistou um título de campeão inglês e uma Taça de Inglaterra.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados