Uns escorregam, outros atropelam. Benfica goleia Marítimo e distancia-se na liderança

As águias venceram por 5-0 e aproveitam os deslizes de FC Porto e Sporting.

O Benfica aproveitou da melhor forma os maus resultados dos rivais para ir para a pausa internacional com uma vantagem mais confortável no topo da classificação.

Rafa, Gonçalo Ramos (por duas vezes), David Neres e Draxler marcaram os golos que deixam as águias com mais cinco pontos do que o FC Porto e mais 11 do que o Sporting.

No segundo minuto do jogo, quase surge o primeiro golo. Cruzamento da direita do ataque do Benfica e, ao segundo poste, Cláudio Winck quase marca autogolo, mas a bola sai para canto.

Passados dez minutos, nova oportunidade para o Benfica. Grimaldo cruza rasteiro da esquerda e Gonçalo Ramos desvia, na pequena área, para uma grande intervenção de Miguel Silva.

Aos 27 minutos aparece, finalmente, o golo das águias. Rafa ganha um ressalto e isola-se, desviando para dentro da baliza na cara do guarda-redes maritimista.

A equipa de Roger Schmidt, mesmo depois do golo, não abranda. Gonçalo Ramos serve Rafa que remata de frente para a baliza, mas Miguel Silva faz uma grande defesa. Logo a seguir, António Silva faz um grande passe para João Mário que não conseguiu acertar na baliza do Marítimo.

Os madeirenses sem hipóteses de sair para o ataque limitam-se a evitar o segundo golo do Benfica. Novo remate de Rafa, mas Miguel Silva volta a conseguir defender.

O jogo foi para intervalo e regressou para a segunda parte na mesma toada. Logo ao segundo minuto desde o recomeço, Bah cruza rasteiro e Gonçalo Ramos, de calcanhar, desvia para o segundo do Benfica.

A seguir aparece o primeiro vestígio atacante do Marítimo na partida. Lançamento longo de Vítor Costa e surge um cabeceamento para as mãos de Vlachodimos.

Aos 60 minutos, nova oportunidade para os encarnados. No seguimento de um canto, Enzo Fernández tira um jogador do caminho e cruza rasteiro para um remate fortíssimo de António Silva ao poste.

O terceiro golo aparece mesmo aos 65 minutos e nasce de um canto do Marítimo. O lance foi cortado por António Silva que serviu Rafa. Depois de uma correria, o internacional português faz um passe a isolar Gonçalo Ramos que só teve de decidir para onde chutar.

Aos 76 minutos aparece o golo do outro lado do campo. Passe em profundidade e Chuchu Ramirez, na cara de Vlachodimos, marca. A equipa de arbitragem, contudo, assinala fora de jogo.

Já dentro dos últimos dez minutos, mais um golo na Luz. Perda de bola na zona defensiva madeirense, David Neres pega na bola, conduz até à entrada da área e atira para o quarto golo do Benfica.

E se parecia já estar tudo contado na Luz, em estreia no relvado benfiquista, Julian Draxler, entrado durante a segunda parte, estreia-se a marcar em Portugal. Tira dois adversários do caminho e envia um foguete com destino ao fundo da baliza de Miguel Silva.

Apesar de ainda mais ameaças, o resultado ficou-se mesmo pelos 5-0. O Benfica soma assim 21 pontos na Liga, mais cinco do que o FC Porto e mais 11 do que o Sporting. Pelo seu lado, o Marítimo continua em último, sem qualquer ponto somado.

Onze do Benfica: Vlachodimos, Bah, António Silva, Otamendi, Grimaldo; Aursnes, Enzo Fernández; João Mário, David Neres, Rafa; Gonçalo Ramos

Onze do Marítimo: Miguel Silva; Cláudio Winck, Mosquera, Leo Andrade e Vítor Costa; João Afonso, Xadas e Diogo Mendes; André Vidigal, Joel Tagueu e Zarzana

Suplentes do Benfica: Hélton Leite, Gilberto, Diogo Gonçalves, Chiquinho, Ristic, Brooks, Musa, Florentino e Draxler.

Suplentes do Marítimo: Eudes, Sonora, Beltrame, Chuchu Ramirez, Edgar Costa, Clésio, Cardoso, Lucho e China.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de