Benfica bate o Feirense por 3-1

O Benfica alcançou, este sábado, a sua primeira vitória na presente edição da Liga de futebol, ao receber e vencer o Feirense por 3-1, em encontro da segunda jornada da prova.

O golo prematuro de Nolito, aos 14 minutos, teve o condão de "adormecer" o Benfica, que foi deixando cair o ritmo do jogo a um ponto de o tornar monótono, predisposição essa acentuada pela fragilidade do Feirense, conta a Lusa.

O Feirense restabeleceu o empate aos 53 minutos, com um golo de Rabiola, a cruzamento de Diogo Rosado para a área, antecipando-se à defesa "encarnada".

O Benfica tentou reactivar o jogo, aumentando a velocidade e os níveis de agressividade, mas a ansiedade dentro e fora do relvado retiraram lucidez aos jogadores perante um Feirense que cresceu enquanto equipa pela confiança que o golo do empate incutiu nos seus jogadores.

Em apuros, Jorge Jesus resolveu lançar mão de Witsel, sacrificando um apagado Gaitán, mas essa substituição não alterou a falta de clarividência que a equipa, sentindo-se pressionada, evidenciava nas transições ofensivas.

O Feirense, aproveitando a sofreguidão e desacerto "encarnados" e os espaços que se abriam nas costas da defesa da Luz, ameaçou o segundo golo aos 67, 68 e 72 minutos, mas foi o Benfica, que tem jogadores que ganham por mês quase tanto como o plantel do Feirense, a marcar.

Um lance individual de Maxi Pereira provocou o desequilíbrio que esteve na origem do segundo golo, aos 75 minutos, numa arrancada à linha deixando para trás dois adversários e oferecendo o golo a Cardozo.

O Benfica ainda chegaria ao terceiro golo por Bruno César, mas a verdade é que antes disso o Feirense esteve à beira do 2-2 por duas vezes, em dois lances protagonizados por Ludovic, num dos quais este levou um toque de Garay na área passível de grande penalidade.

Num jogo realizado no Estádio da Luz, em Lisboa, perante 35.856 espectadores, e arbitrado por Hugo Pacheco (Porto), as equipas alinharam do seguinte modo:

Benfica: Artur, Maxi Pereira, Luisão, Garay, Capdevila, Javi Garcia, Gaitán (Witsel, 60), Aimar (Bruno César, 77), Nolito (Enzo Pérez, 83), Saviola e Cardozo.

Suplentes: Eduardo, Rúben Amorim, Bruno César, Jara, Miguel Vítor, Witsel e Enzo Pérez.

Feirense: Paulo Lopes, Pedro Queirós, Fernando Varela, Luciano, Serginho (Stopira, 80), Sténio Santos, Siaka Bamba (Mika, 73), Diogo Cunha, Diogo Rosado, Ludovic e Rabiola (Jonathan, 70).

Suplentes: Douglas, William, Miguel Pedro, Thiago, Mika, Jonathan e Stopira.

Acção disciplinar: cartão amarelo para Diogo Cunha (45+2), Luciano (61), Sténio Santos (69), Ludovic (84) e Saviola (90+3).

Continuar a ler

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de