Benfica

Eusébio (1942-2014): o primeiro grande jogador português

Eusébio da Silva Ferreira foi o primeiro grande jogador português e o primeiro de origem africana a ter sucesso no futebol mundial. Ganhou 11 títulos de Campeão Nacional, uma Taça dos Campeões e quatro Taças de Portugal. Foi sete vezes o melhor marcador do campeonato e por duas vezes recebeu a "bota de ouro" de melhor marcador europeu. Na galeria de troféus também está destacada a "bola de ouro" para o melhor jogador europeu em 1965.

«Havia nele a máxima tensão

Como um clássico ordenava a própria força

Sabia a contenção e era explosão

Não era só instinto era ciência

Magia e teoria já só prática

Havia nele a arte e a inteligência

Do puro e sua matemática

Buscava o golo mais que golo - só palavra

Abstracção

ponto no espaço

teorema

Despido do supérfluo rematava

E então não era golo -

era poema»

(Eusébio da Silva Ferreira visto por Manuel Alegre)

Um génio.

Um poeta de bola colada ao pé.

Um gladiador nos relvados.

Uma glória do futebol mundial.

Pelo Benfica ou pela seleção nacional, o "pantera negra" era admirado, era temido, era idolatrado. Até podia ser odiado pelos adversários, mas era respeitado.

O Mundial de 1966 foi o ponto alto de uma longa e brilhante carreira, o Portugal-Coreia foi o seu jogo de sonho.

Marcou nove golos nesse Mundial em que Portugal ficou em terceiro lugar.

Os golos foram sempre a sua vida: estão registados 733 em 745 jogos.

Foi de "águia" ao peito que conseguiu 11 títulos de Campeão Nacional, uma Taça dos Campeões e quatro Taças de Portugal. Foi sete vezes o melhor marcador do campeonato e por duas vezes recebeu a "bota de ouro" de melhor marcador europeu.

Na galeria de troféus também está destacada a "bola de ouro" para o melhor jogador europeu em 1965.

Foi campeão norte americano com o Toronto e mexicano com o monterrey.

Eusébio ainda vestiu as camisola do Beira Mar e do União de Tomar.

Nasceu em Moçambique no bairro de Mafalala, em Maputo, a 25 de Janeiro de 1942, um bairro de gente humilde, de gente pobre, mas com futebol nas veias.

Eusébio tinha a alcunha de SID, um centrocampista da altura e líder da equipa. Foi na Mafalala que conheceu e jogou à bola o ex-presidente Joaquim Chissano.

Eusébio chegou a Lisboa em 1960. Teve de usar um nome falso para não ser detetado pelo Sporting que o conhecia bem por jogar na filial dos leões em Lourenço Marques.

Veio por 250 contos [1250 euros] e começou a espantar o mundo.

Muito se disse e escreveu sobre o "pantera negra": Amália Rodrigues falou dele como um rapaz simpático, tímido, vedeta, sem o saber.

Eusébio da Silva Ferreira foi o primeiro grande jogador português e o primeiro de origem africana a ter sucesso no futebol mundial.

Diziam que era o Pelé português. Ou que Pelé era o Eusébio brasileiro!