liga europa

Jesus espera quebrar "seca" de 50 anos sem títulos europeus

O treinador do Benfica, Jorge Jesus, manifestou-se confiante em acabar na quarta-feira, na final da Liga Europa frente ao Sevilha, com a seca de mais de 50 anos sem triunfos nas taças europeias de futebol.

Na conferência de imprensa de antevisão da final da Liga Europa, já no Juventus Stadium, em Turim (Itália), Jesus negou que a ausência de títulos desde 1961/62 pese sobre a equipa, até porque «a maioria dos jogadores não sabe isso».

«Se é um peso? Penso que não. Nós não pensados nisso e, se calhar, alguns jogadores nem sabem dessa história. É uma lenda que o Benfica tem e vai ter de ser quebrada. Podia ter sido quebrada no ano passado e temos a hipótese de quebrar este ano», disse Jorge Jesus.

Para o técnico, é mais um incentivo: «Ainda nos dá mais motivação e mais força, para que esse fantasma que o Benfica tem, de não conquistar uma taça europeia há 50 anos, possa ser quebrado, porque vai ser quebrado a qualquer momento, Espero que seja amanhã (quarta-feira), porque é o momento mais próximo».

«Estarmos aqui, pelo segundo ano, é o corolário das épocas que temos vindo a fazer, das conquistas ao longo destes anos, principalmente no último ano. Seguimos a mesma estrada e estamos mais uma vez na final da Liga Europa», explicou.

Jorge Jesus não escondeu a "satisfação" por repetir a presença: «Trabalhamos para chegar às grandes decisões. Já conquistámos dois títulos em Portugal e, amanhã (quarta-feira), há mais um para vencer. Estamos focados e muito confiantes que possa ser a terceira final que vamos conquistar».

De acordo com o técnico "encarnado", o facto de o Benfica ter estado na final de 2013 «dá mais segurança e tranquilidade», nomeadamente no «plano emocional», mas «não dá garantias de nada, nem nenhuma vantagem para vencer o Sevilha, um adversário forte, que já ganhou duas vezes a competição e tem história».

«Espero um jogo bem disputado e não vejo favoritos. O Benfica não é favorito por ter estado na última final», frisou, acrescentando: «O Benfica tem jogado final a final, não aparece aqui por acaso. Tem aparecido todos os anos e este trabalho de cinco anos reforçou o seu prestígio».

«Vencer amanhã (quarta-feira) só significa que o Benfica leva a Taça para Lisboa, pois o reconhecimento internacional já está conquistado», afirmou Jesus, lembrando um trajeto «muito bonito» na Liga Europa, «com qualidade e sem derrotas».

É mais um jogo para ganhar: «As finais são para vencer é história... todos os jogos são para vencer. Estamos conscientes de que não vai ser uma tarefa fácil. Temos de demonstrar dentro do campo que temos capacidade para ser melhores».

«Se vencermos, a nossa identidade e imagem saem melhoradas e reforçadas. Faço parte de uma equipa, não estou em nenhum desporto individual, pelo que tudo o que possa acontecer será bom para o Benfica e bom para mim», prosseguiu.

A finalizar, Jesus deixou uma palavra aos adeptos: «Os adeptos do Benfica são especiais. Há poucos clubes no Mundo com adeptos como o Benfica tem. Dentro ou fora de Portugal, jogamos sempre em casa. Aos que não podem vir, e estarão a ver na televisão, digo que vamos fazer tudo para que o Benfica vença a final».

O Benfica defronta na quarta-feira o Sevilha na final da Liga Europa em futebol, num embate marcado para o Juventus Stadium, em Turim, a partir das 20:45 locais (19:45 em Lisboa), com arbitragem do alemão Felix Brych.

  COMENTÁRIOS