Futebol

«Porto foi levado ao colo no início do campeonato», diz vice-presidente do Benfica

O vice-presidentde do Benfica, Rui Gomes da Silva, afirma que o FC Porto foi levado ao colo no início da temporada e que o técnico dos "azuis e brancos" mudou da noite para o dia, libertando no final do jogo de domingo uma pressão reprimida.

Rui Gomes da Silva responde a André Villas-Boas que ontem no final do jogo em Braga fez algumas acusações aos "encarnados".

PUB

O vice-presidente do Benfica explica as diferenças entre a marca Benfica e Porto, salientando não ter complexos de inferioridade.

Rui Gomes da Silva acusa também os dragões de terem sido levados ao colo no início da temporada justificando assim a diferença pontual entre os dois primeiros.

«Não podemos esquecer nem branquear que o FC Porto foi levado ao colo no início do campeonato, foi fruto de arbitragens que prejudicaram o Benfica e beneficiaram o FC Porto. Por isso tem a vantagem pontual que tem», considera.

Os dirigentes do Benfica não se vão calar mesmo que Villas-Boas tente desviar as atenções. Rui Gomes da Silva diz mesmo que o futebol dos "dragões" tem sido normal pelo que nada justifica tantos pontos de diferença.

Para este dirigente, Villas-Boas com a vitória em Braga soltou uma pressão reprimida, mudando de atitude de noite para o dia .

O vice-presidente do Benfica elogia Fábio Coentrão que constantemente é alvo de cobiça pelos grandes da Europa, mas que está a mostrar ser capaz de lidar com isso.

O Benfica joga na quinta-feira na Luz com o Estugarda para a 16 avos da Liga Europa, uma eliminatória por tradição difícil, sublinha Rui Gomes da Silva.