Recém-promovido Gil Vicente trava Benfica no arranque do campeonato

No seu regresso à Liga, o Gil Vicente impôs em casa um empate a dois golos frente ao Benfica após ter estado a perder por 0-2. O Benfica soma assim mais um ano sem vencer na primeira jornada.

O Gil Vicente protagonizou, esta sexta-feira, a primeira surpresa do campeonato ao impor uma igualdade a dois golos diante do Benfica na partida de arranque do campeonato.

Em Barcelos, os encarnados tiveram um bom começo e poderiam ter quebrado a tradição de não vencer na jornada inaugural da Liga, que se mantém desde que os encarnados foram campeões com Trapattoni, na temporada de 2004/05.

Sem o castigado Luisão, o Benfica precisou apenas de oito minutos para se colocar em vantagem, através de um golo de Nolito, após passe de Ruben Amorim.

Aos 20 minutos, Saviola, servido por Jara, ampliou a vantagem dos encarnados, após uma perda de bola de Junior Caiçara, o que colocava o Benfica no bom caminho de pôr termo à não de não ganhar na primeira ronda do campeonato.

Contudo, a formação minhota, que regressou esta época à Liga, reagiu e reduziu a desvantagem com um tento de Hugo Vieira, aos 37 minutos, na sequência de uma falha de Ruben Amorim, que não conseguiu interceptar um cruzamento de Luís Carlos.

No segundo tempo, o Benfica entrou melhor e criou diversos lances complicados para a defensiva gilista, contudo, acabou por ser a formação orientada por Paulo Alves a chegar ao empate.

A 17 minutos do final, a equipa da casa chegou à igualdade através de um remate de fora da área de Laionel, que assim voltou a marcar na jornada inaugural do campeonato, depois de o ter feito na última temporada pela Académica.

Após o empate, a equipa orientada por Jorge Jesus tentou ainda chegar ao golo que lhe daria os três pontos, contudo, acabou por ser o Gil Vicente que teve a melhor oportunidade para conquistar o triunfo, num contra-ataque de Hugo Vieira, a um minuto do final.

Sob a arbitragem de João Ferreira, de Setúbal, no Estádio Cidade de Barcelos, com a assistência de 12032 espectadores, as equipas alinharam da seguinte forma:

Gil Vicente: Adriano Facchini, Éder, Sandro, Cláudio, Júnior Caiçara, Luís Manuel, André Cunha, João Vilela, Laionel (Pedro Moreira, 82), Hugo Vieira (Paulo Lima, 90) e Luís Carlos (Tó Barbosa, 67).

Suplentes: Jorge Baptista, Rui Faria, Daniel, Pedro Moreira, Tó Barbosa, Paulo Lima e Mauro.

Benfica: Artur, Ruben Amorim, Jardel, Garay, Emerson, Javi Garcia, Pablo Aimar (Witsel, 46), Nolito, Franco Jara, Saviola e Nico Gaitán (Enzo Perez, 60).

Suplentes: Eduardo, Bruno César, Maxi Pereira, Matic, Rodrigo Mora, Witsel e Enzo Perez.

Acção disciplinar: cartão amarelo para João Vilela (75) e Hugo Vieira (77).

Continuar a ler

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de