Bilbau perdeu o Euro 2020, mas ganhou duas finais europeias e 1,3 milhões de euros

Estádio San Mamés era uma das sedes do Euro 2020 e devia receber quatro jogos do torneio, mas a realização dos eventos acabou por ser entregue a Sevilha.

A UEFA vai compensar Bilbau com 1,3 milhões de euros e com as finais de uma Liga Europa e de uma Liga dos Campeões feminina de futebol, devido à perda de quatro jogos do Euro 2020.

O estádio San Mamés era uma das sedes do Euro 2020 (adiado para este ano devido à pandemia de Covid-19) e devia receber três encontros do grupo da Espanha na primeira fase e um dos oitavos de final, tendo a UEFA decidido compensar aquela cidade, de acordo com a informação prestada pelo governo da comunidade autónoma do País Basco, pela câmara de Bilbau e pela província de Biscaia

Em abril último, a UEFA, que impõe uma taxa de ocupação dos estádios de pelo menos 25%, retirou a sede a Bilbau devido às condições fixadas pelo governo basco para permitir público nos recintos, tendo atribuído a mesma a Sevilha, que permite púbico nos estádios.

Entre os critérios sanitários estabelecidos pelo governo basco para permitir o acesso do público estava uma taxa de incidência acumulada em 14 dias inferior a 40 casos por 100.000 habitantes - Bilbau conta atualmente com 176,06 casos - e que a imunidade da população chegasse aos 60% - hoje a população basca com as doses completas chega aos 36% e com pelo menos uma dose é de 55%.

Aquelas três instituições consideraram na altura que a UEFA tinha rompido unilateralmente o contrato e anunciaram que exigiriam uma compensação, recorrendo mesmo aos tribunais.

Com o acordo alcançado, as instituições bascas recuperam a "totalidade" dos 1,3 milhões de euros que já tinham gastado para que San Mamés fosse a sede espanhola do Europeu.

Além de exigiram a recuperação do dinheiro já gasto, as instituições exigiam também uma reparação por terem perdido um evento internacional que podia dar um importante impulso económico à cidade, território e país.

Esta exigência vai ser compensada pela UEFA com a disputa nos próximos anos em San Mamés de uma final da Liga Europa e uma final da Champions feminina, as competições europeias de clubes de maior nível que o estádio pode acolher, já que não tem as condições mínimas exigidas para uma final da Champions masculina.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de