Messi vence a sexta Bola de Ouro. Ronaldo foi terceiro

O argentino bateu Cristiano Ronaldo, Van Dijk e Mané na votação pelo troféu atribuído pela France Football.

A cerimónia começou com o glamour habitual: os jogadores que marcaram presença na gala da France Football, que se realizou em Paris, vestiram o smoking e desfilaram pela passadeira vermelha, antes da entrega dos prémios. O grande ausente da noite foi Cristiano Ronaldo.

O primeiro prémio da noite, o Troféu Kopa, que distingue o melhor jogador sub-21 de 2019, foi entregue ao central, companheiro de equipa de CR7 na Juventus, Matthijs de Ligt. O jogador que brilhou na época passada no Ajax de Amesterdão e foi contratado por 75 milhões de euros pelo emblema de Turim bateu a concorrência, entre eles, João Félix, que ficou em terceiro na votação.

Na corrida pela Bola de Ouro, que nas últimas décadas foi disputada pelos "extraterrestres" Messi e Cristiano Ronaldo, pela primeira vez em vários anos, o capitão da Seleção portuguesa teve a companhia de um compatriota - Bernardo Silva. O jogador do City, bicampeão inglês, ficou na nona posição da votação.

Antes da consagração da noite, ainda houve tempo para introduzir um novo prémio, o Yachine, que distingue o melhor guarda-redes da atualidade. E na história ficará o nome de Alisson Becker. O guarda-redes venceu a Liga dos Campeões, na época 2018/2019, ao serviço dos ingleses do Liverpool. Em segundo na votação deste prémio, estão o alemão Ter Stegen e o compatriota Ederson, guardião formado no Benfica.

Por fim, faltava o momento da noite e foi Didier Drogba, antigo avançado do Chelsea, que anunciou o nome do vencedor da Bola de Ouro 2019. O troféu foi entregue pela sexta vez a Lionel Messi, do FC Barcelona.

Na votação final, o segundo foi o holandês Virgil Van Dijk, seguido de Cristiano Ronaldo. Mané fecha o top 4. Consulte o resto do top 10: 5 - Salah, 6 - Mbappé, 7 - Alisson, 8 - Lewandowski, 9 - Bernardo Silva, 10 - Mahrez.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados