Boxing day com goleadas de Manchester City e Arsenal e vitória dos Spurs. Veja os 17 golos

Equipa de Rúben Dias, João Cancelo e Bernardo Silva lidera a Premier League com 47 pontos.

O líder Manchester City continua em fase implacável na Liga inglesa de futebol, tendo este domingo goleado o Leicester por 6-3, ampliando, provisoriamente, para seis os pontos de avanço para o Liverpool, à 19.ª jornada.

Os portugueses Ruben Dias, João Cancelo e Bernardo Silva integraram o onze de Pep Guardiola no boxing day - Ricardo Pereira está lesionado e não alinhou pelo Leicester -, sendo que, nos últimos três jogos, os citizens marcaram 17 golos e sofreram agora três.

Com o adiamento do Liverpool-Leeds, devido à pandemia de Covid-19, a folga do adversário do Sporting nos oitavos de final da Liga dos Campeões na liderança do campeonato aumentou.

A resistência do Leicester durou cinco minutos, altura em que o belga Kevin De Bruyne inaugurou o marcador, que, aos 14 e 25, funcionou novamente, em dois penáltis cometidos pelo compatriota Tielemans: o argelino Mahrez converteu o primeiro e Sterling o segundo.

Pelo meio, aos 21, João Cancelo cruzou para a área, o guarda-redes aliviou com uma palmada e o alemão Gundogan empurrou para o fundo das redes.

De goleada a vislumbre de escândalo mediaram somente 20 minutos, o tempo que o Leicester precisou para, em inesperada reação, fazer três golos, voltando a discutir o resultado.

James Maddison, aos 55 minutos, e Ademola Lookman, aos 59, em contra-ataque, e o nigeriano Iheanacho, aos 66, após defesa de Ederson que acabou na trave, reduziram para 4-3, devolvendo a emoção ao espetáculo.

Os anfitriões acalmariam logo depois, na sequência de canto, com o central espanhol Laporte (69 minutos) a marcar de cabeça, com Sterling (87) a fazer o definitivo 6-3, com desvio na pequena área.

O Manchester City comanda, com 47 pontos, mais seis do que o Liverpool, com 41, que tem menos um jogo.

Arsenal aplica chapa cinco

Com Nuno Tavares no banco e Cédric Soares com teste positivo ao coronavírus, o Arsenal foi golear ao recinto do lanterna-vermelha Norwich, por 5-0, destacando-se o jovem extremo Bukayo Saka, com golos aos seis e 67 minutos.

Os outros tentos pertenceram ao escocês Tierney (44), ao francês Lacazette (84), de penálti, e ao jovem Emile Rowe (90+1).

O Arsenal mantém-se confortável no quarto lugar, com 35 pontos, mais seis do que o Tottenham, que, no entanto, tem três desafios a menos, e que soma mais um ponto do que o West Ham, em fase descendente.

O Crystal Palace viu recusado o adiamento da visita ao Tottenham, devido ao teste positivo do seu treinador, Patrick Vieira, que viu, em isolamento, Lucas Moura destroçar a sua equipa, que aos 37 minutos ficou reduzia a 10 elementos, por expulsão de Zaha.

O brasileiro marcou, de cabeça, aos 34, dois minutos depois de, em contra-ataque, servir o inevitável Harry Kane, enquanto, na etapa complementar, ofereceu o golo ao sul-coreano Heung-Min Son, que se antecipou ao guarda-redes e desviou para o 3-0.

O Tottenham beneficiou de inesperado desaire caseiro do West Ham para subir ao quinto lugar, com 29 pontos, enquanto o Crystal Palace é 12.º, com 20.

O fulgor da equipa sensação do campeonato, o West Ham, parece perder-se, agora com derrota caseira 3-2 com o Southampton, o quarto desaire nos últimos sete desafios, nos quais empatou ainda dois: os derradeiros triunfos foram ante o Chelsea e Liverpool, ambos em casa e por 3-2.

O jogo de hoje entre Leeds e Liverpool já tinha sido adiado, no boxing day, jornada tradicional a seguir ao Natal, e que também viu serem cancelados, igualmente devido a surtos do coronavírus, os jogos entre Wolverhampton e Watford e entre Burnley e Everton.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de