Seis golos e um ponto. SC Braga e Sporting empatam no arranque do campeonato

Jogo eletrizante em Braga com quatro golos na primeira parte e mais dois no segundo tempo. Ouça o Relato TSF e veja os lances.

O SC Braga e o Sporting começaram o campeonato com um empate (3-3), num jogo eletrizante no Minho.

O jogo cartaz da primeira jornada do campeonato prometia uma festa no Minho. Os adeptos minhotos disseram sim à chamada para o primeiro jogo oficial da temporada e encheram as bancadas do estádio para a receção ao Sporting.

Os leões começaram o jogo com dois (ou três) reforços. Morita e Trincão foram titulares e também Adán, o experiente guardião leonino, foi titular nesta partida. O espanhol conseguiu recuperar da lesão que o afetou durante a pré-época.

Já do lado da equipa da casa, Artur Jorge fez dissipar todas as dúvidas em relação a Ricardo Horta, dando a titularidade ao jogador que tem sido associado praticamente todos os dias ao Benfica.

O jogo começou com o golo dos visitantes. O lateral leonino Pedro Porro teve espaço no corredor direito e fugiu até à área. Levantou a cabeça e descobriu Pedro Gonçalves, que não teve problemas em abrir o marcador.

Os arsenalistas não baixaram os braços e Ricardo Horta esteve em evidência ao assistir, aos 14 minutos, Banza que culminou com êxito uma boa jogada do ataque bracarense.

O jogo estava eletrizante e, aos 18 minutos, o Sporting voltou a criar um contra-ataque em velocidade. Da direita para esquerda, Matheus Nunes encontrou Nuno Santos e o ex-Rio Ave aplica um pontapé de primeira que só parou no fundo da baliza de Matheus.

Depois de um arranque a todo o gás, o jogo entrou numa fase mais moderada e o Sporting de Braga foi à procura do empate. Apesar do espaço, os arsenalistas não conseguiram penetrar a defesa leonina comandada pelo experiente Coates.

Aos 35 minutos, Banza conseguiu introduzir a bola na baliza, mas o lance foi invalidado pelo videoárbitro. Mas a formação de Artur Jorge não desistiu e chegou ao golo já nos descontos da primeira parte.

André Horta cruzou para a área na sequência de um livre indireto e Niakaté apontou o empate de cabeça.

Na segunda parte, o jogo foi diferente e ambas as equipas não quiseram arriscar em demasia face aos erros defensivos cometidos na primeira parte.

A meia deste segundo tempo, Pote foi carregado por Sequeira em falta e o árbitro assinalou grande penalidade. No entanto, depois de ver as imagens do lance, anulou a primeira decisão.

O Sporting chegou mesmo ao golo na reta final do encontro. Rochinha inventou uma jogada e, com o espaço concedido dentro da área adversária, cruzou para o poste oposto e Edwards marcou.

O jogo parecia resolvido, mas os arsenalistas ainda tinham folgo. Aos 89 minutos, Alvaro Djaló fez o que quis da defesa leonina na lateral esquerda, foi à linha cruzar e Abel Ruiz só teve de finalizar para novo empate na Pedreira.

Onze do SC Braga: Matheus; Victor Gomez, Tormena, Niakaté e Sequeira; Iuri Medeiros, Al Musrati, André Horta e Ricardo Horta; Vitinha e Banza.

Suplentes: Tiago Sá, Rodrigo Gomes, Abel Ruiz, Alvaro Djaló, Paulo Oliveira, Diogo Lainez, Gorby, Fabiano e Castro.

Onze do Sporting: Adán; Gonçalo Inácio, Coates e Matheus Reis; Porro, Matheus Nunes, Morita e Nuno Santos; Trincão, Paulinho e Pote.

Suplentes: Franco Israel, St. Juste, Marcus Edwards, Ugarte, Rochinha, Fatawu, Esgaio, José Marsà e Nazinho.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de