Bruno de Carvalho é expulso de sócio do Sporting. Mas vai recorrer da decisão

O ex-presidente dos 'leões' foi expulso pelo Conselho Fiscal e Disciplinar do Sporting Clube de Portugal.

O Sporting anunciou, esta sexta-feira, que o antigo presidente do clube, Bruno de Carvalho, foi expulso de sócio.

"O Sócio Visado Bruno de Carvalho [acusado de 12 infrações disciplinares] foi punido com a sanção de Expulsão", lê-se num comunicado do Conselho Fiscal e Disciplinar do Sporting Clube de Portugal publicado na página oficial do clube.

A irmã do antigo dirigente desportivo já anunciou que Bruno de Carvalho irá recorrer da decisão.

Além de Bruno Carvalho, também Alexandre Godinho, vice-presidente durante a direção de Bruno de Carvalho, foi expulso (acusado de 10 infrações).

O comunicado do Sporting declara que "os sócios visados praticaram múltiplas e gravíssimas infrações disciplinares".

Entre as infrações imputadas a Bruno de Carvalho estão a "tentativa de bloqueio de contas" e "usurpação de funções", "a violação da suspensão preventiva", e "publicações nas redes sociais" gravemente ofensivas. O Sporting acusa, por isso, o seu ex-presidente de um "total desrespeito pelo Clube, pelos seus Estatutos e pelos seus sócios".

"O Conselho Fiscal e Disciplinar considerou (...) que os factos praticados, em acumulação, com premeditação, com relevantíssimos danos de imagem, moral e patrimonial, com dolo direto muito intenso, com liberdade, consciência e conhecimento da ilicitude pelos Sócios Visados Bruno de Carvalho e Alexandre Godinho assumiram uma gravidade, uma ilicitude e uma censurabilidade tão grande e elevada que apenas se coadunam com a aplicação concreta, da sanção mais grave prevista nos diplomas legais", lê-se no documento.

Carlos Vieira (com seis infrações) e Luís Gestas (com quatro infrações), ambos ex-membros do Conselho Diretivo do Sporting, ficam, por sua vez, suspensos da condição de sócios, por nove meses e seis meses, respetivamente. Já Rui Caeiro, que também pertencia ao então conselho diretivo, foi punido (por duas infrações) com a sanção de Repreensão Registada.

Quanto a Luís Roque e José Quintela, outros dois nomes da direção de Bruno de Carvalho, escaparam às sanções viram os seus processos arquivados.

Os processo contra a antiga da direção do Sporting foram instaurados pela Comissão de Fiscalização do clube, sendo que os sócios visados foram notificados a 23 de agosto de 2018.

"Os sócios visados foram notificados da decisão final, tendo sido comunicado que das decisões de expulsão e de suspensão cabe recurso para a Assembleia Geral, com efeito suspensivo e devolutivo respetivamente"; refere o comunicado.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados