Bruno Fernandes e o primeiro golo: "O meu objetivo era o cruzamento para o Cristiano Ronaldo"

O número oito português marcou os dois golos do triunfo frente ao Uruguai.

O médio Bruno Fernandes afirmou, esta segunda-feira, que, no primeiro golo da vitória de Portugal, por 2-0, frente ao Uruguai, o objetivo era servir Cristiano Ronaldo, mas acabou por ver o golo a ser-lhe atribuído.

"Eu festejei o golo como se fosse do Cristiano [Ronaldo], pareceu-me que ele tivesse tocado na bola, porque o meu objetivo era o cruzamento para ele, mas independentemente disso, estamos felizes pela vitória da equipa, marque um ou marque outro", explicou, em declarações à RTP, na flash interview do final do jogo da segunda jornada da fase de grupos do Mundial 2022.

O número oito português destacou a importância dos golos para os avançados, evidenciando o caso do capitão português, considerando-o "um homem que procura o golo", tal como "o Gonçalo [Ramos], assim como para o André [Silva], como para o Rafael [Leão], e o João [Félix]", mas concluiu que o importante neste encontro foi o "objetivo concluído, que era passar à próxima fase" da competição.

Portugal tornou-se esta segunda-feira a terceira seleção a garantir um lugar nos oitavos de final do Mundial de futebol de 2022, ao vencer o Uruguai por 2-0, em encontro da segunda jornada do Grupo H, disputado em Lusail.

Depois de duas assistências no primeiro jogo (3-2 ao Gana), Bruno Fernandes marcou os golos que, aos 54 minutos e, de penálti, aos 90+3, selaram o triunfo da formação das 'quinas', que se juntou nos 'oitavos' a França e Brasil.

Na classificação do Grupo H, Portugal soma agora seis pontos, ficando a um de garantir a vitória no agrupamento, contra três do Gana e um de Uruguai e Coreia do Sul, que perdeu hoje por 3-2 com os africanos e defronta a seleção lusa na sexta-feira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de