Bruno Lage quer garantir pontos enquanto exibições estão aquém

Lesões de jogadores importantes foram um dos aspetos mais vincados pelo treinador para explicar a fase menos positiva.

O treinador do Benfica, Bruno Lage, voltou esta terça-feira a reconhecer a quebra exibicional da equipa, mas sublinhou a prioridade na conquista dos pontos para conseguir revalidar o título de campeão nacional de futebol.

"O mais importante é que, quando as exibições não surgem com a qualidade que já surgiram esta época, temos de conquistar os três pontos. Com pontos é que se fazem os campeões e essa tem de ser sempre a nossa mentalidade", afirmou o técnico dos encarnados, na antevisão à receção ao Portimonense, na quarta-feira.

As lesões de jogadores importantes na dinâmica dos campeões nacionais, em que o último exemplo foi Rafa, na semana passada, foram um dos aspetos mais vincados pelo treinador para explicar a fase menos positiva da sua formação. Paralelamente, sobre a questão do relvado já admitida pelo próprio, Bruno Lage notou que a troca do terreno é para avançar e que o clube está "em fase de conclusão" desse dossiê.

"O problema foi detetado internamente desde o momento em que o sentimos, no jogo com o FC Porto. Vai trazer-nos outra qualidade na circulação de bola, mas isso não serve de desculpa, porque temos de olhar para o que são as soluções e não muito para os problemas. Nesta profissão não temos tempo para pensar no que nos vai acontecendo, é pensar nas soluções", afirmou.

Confrontado com a dificuldade de replicar as exibições da temporada anterior e os problemas sentidos contra diversos adversários já no decurso da atual época, o treinador do Benfica apontou também às mudanças operadas pelas outras equipas.

"Há uma ideia coletiva e depois as dinâmicas são trazidas pelos jogadores. Com jogadores diferentes, as dinâmicas têm de ser diferentes. Por isto ou por aquilo, não temos tido a capacidade de jogar com o mesmo onze da Supertaça. E este ano vamos jogar contra adversários com um sistema diferente. O nosso equilíbrio tem de ser feito de outra maneira, mas a nossa mentalidade é sempre com os olhos na baliza. Temos de correr riscos", frisou.

Em relação ao opositor de quarta-feira, na nona jornada, Bruno Lage elogiou o Portimonense, apesar do 16.º lugar no campeonato, lembrando as respostas fortes dos algarvios perante os grandes.

"O Portimonense é uma equipa competente, com uma dinâmica muito interessante em termos ofensivos, pode jogar em diversos sistemas e realiza sempre boas exibições contra os grandes - é só ver o jogo que fizeram esta época contra o FC Porto. Temos de estar ao nosso melhor e essa tem de ser a nossa mentalidade e a nossa ambição para vencer esta equipa", referiu.

Em resposta às críticas que têm visado o Benfica nas últimas semanas, com as estatísticas a denunciarem uma equipa em quebra ofensiva, o técnico dos 'encarnados' recorreu também aos números para recordar um recorde entretanto alcançado desde que assumiu o comando.

"Em 27 jogos fizemos 25 vitórias, um empate e uma derrota, mas guardamos esses recordes na gaveta. A minha forma de estar é sempre vencer o jogo seguinte", concluiu.

O Benfica, segundo classificado com 21 pontos, os mesmos do líder FC Porto, recebe o Portimonense, 16.º com oito, na quarta-feira, às 20:15, no Estádio da Luz, em Lisboa.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados