Campeã mundial Auriol Dongmo chega a Portugal com sonho cumprido

Com a medalha de ouro ao peito, a atleta afirmou sentir uma satisfação enorme pelo fruto do trabalho que tem feito.

A campeã do mundo do lançamento do peso Auriol Dongmo chegou na segunda-feira a Portugal oriunda de Belgrado, onde cumpriu um sonho, mas garantiu estar já a preparar as próximas competições para "continuar a vencer durante muito tempo".

Depois de ter batido o recorde nacional e estabelecido o novo máximo pessoal, com 20,43 metros, no sábado, nos campeonatos do Mundo de pista coberta, Auriol Dongmo, acompanhada da comitiva portuguesa que entrou em competição, aterrou no aeroporto Humberto Delgado às 23h16, tendo cruzado a porta das chegadas já passava da meia-noite.

À espera tinha alguns familiares e amigos. Se não fossem as cores dos fatos de treino, a comitiva lusa passava despercebida a quem vagueava por ali.

Com a medalha de ouro ao peito, Auriol Dongmo afirmou sentir uma satisfação enorme pelo fruto do trabalho que tem feito.

"É um sonho tornado realidade. Quando saí de Portugal (para Belgrado) tinha em mente vencer a medalha de ouro. Graças a Deus, consegui trazê-la. Tive sempre vontade de ganhar. Quando a americana (Chase Ealey) ultrapassou os 20 metros, fiquei mesmo com a vontade de fazer mais. Na minha cabeça, sabia que se não passasse a barreira dos 20 metros ia ficar de fora. Quando lancei era para fazer mais de 20,21 metros. Consegui. Espero agora continuar a vencer durante muito tempo", afirmou à imprensa.

Já com os olhos postos na conquista de mais medalhas, a atleta, de 31 anos, aproveitou o momento para dedicar o ouro de Belgrado ao treinador.

"Agora é continuar a trabalhar para preparar as próximas competições", concluiu.

Nos mundiais de pista coberta, Portugal igualou em Belgrado a segunda melhor prestação de sempre -- Budapeste, em 2004 -, com um título, duas medalhas (o ouro de Auriol Dongmo e a prata de Pedro Pablo Pichardo, no triplo salto) e três finalistas, com um total de 18 pontos. Prova só superada pelos 22 pontos, em Lisboa em 2001.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de