Campeonato do mundo de Trail pela segunda vez em Portugal

Prova vai levar à região de Coimbra mais de 20 mil visitantes.

Portugal vai organizar o campeonato do mundo de trail running pela segunda vez. Até agora, só a França já o fez na história deste campeonato do mundo, em 2009 e 2015. Depois do Gerês em 2016, de 6 a 9 de junho do próximo ano, Coimbra e Miranda do Corvo vão receber mais de 50 seleções de trail e cerca de 500 atletas.

Na apresentação do TWC19, na manhã desta sexta-feira no Convento de São Francisco, em Coimbra, foi sublinhado o impulso que o evento vai dar à economia local. A organização, a cargo da Associação de trail Abutrica, da ITRA - Associação Internacional de trail, e da Federação Portuguesa de Atletismo, espera um retorno económico na ordem do milhão e meio de euros.

Apresentaram-se sete candidaturas à organização do mundial de trail de 2019. Entre elas, as nações europeias gigantes desta modalidade desportiva: a França, a Suíça e a Áustria.

Portugal foi quem melhor convenceu a ITRA - a Associação Internacional de Trail, como explica o vice-presidente, José Carlos Santos. "Foi um longo e difícil percurso até chegarmos aqui, onde estamos hoje", mas a "candidatura muito sólida" ajudou a levar o projeto a bom porto. E tendo em conta a organização espanhola do mundial de trail do ano passado, Portugal vai ter de correr muito para superar as expectativas. José Carlos Santos considera que foi "o evento mais participado da história dos campeonatos do mundo, de grande nível e de grande sucesso".

Tiago Araújo, da Associação Abutrica, estima a presença de "cerca de 500 atletas e 20 mil visitantes". Já na prova aberta, que se realiza no domingo, esperam-se "21 nacionalidades e mil atletas".

E porque o trail é uma modalidade desportiva em crescimento, só em Portugal cresceu 1000% na última década, Jorge Campos Vieira, o presidente da Federação Portuguesa de Atletismo já sonha que venha a ser modalidade olímpica.

Enquanto o sonho olímpico não chega, a prova máxima é o campeonato do mundo, e em 2019 volta a ser em Portugal.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de