Cavaleira Luciana Diniz em 10.º nos saltos após penalização na final

A cavaleira concluiu a prova em 84,69 segundos, derrubando o penúltimo obstáculo, para uma penalização de quatro pontos, que a colocou fora da discussão dos primeiros lugares.

A cavaleira portuguesa Luciana Diniz foi esta quarta-feira 10.ª na final de saltos de obstáculos dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, após sofrer uma penalização que a impediu de lutar pelas medalhas.

No Parque Equestre de Tóquio, e num circuito diferente do da véspera, Luciana, montando Vertigo du Desert, concluiu a prova em 84,69 segundos, derrubando o penúltimo obstáculo, para uma penalização de quatro pontos, que a colocou fora da discussão dos primeiros lugares num 'jump off'.

Na terça-feira, no apuramento, a luso-brasileira, de 50 anos, tinha cumprido a prova em 85,62 segundos, sem qualquer penalização. O melhor foi o britânico Ben Maher, com 81,34.

Em Londres 2012, teve o azar de perder o estribo no fim do seu percurso, sendo 17.ª, e, no Rio 2016, fez falta no último obstáculo, ficando em nono lugar. Em Atenas 2004, tinha sido 38.ª, em representação do Brasil.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de