Cerimónia de início do percurso da chama olímpica sem público

A expectativa inicial era de que cerca de 3.000 pessoas pudessem assistir ao início do percurso da chama pelo país, previsto para Fukushima.

A cerimónia que marcará o início do percurso da chama olímpica no Japão, agendada para 25 de março, não terá a presença de público devido à pandemia de Covid-19, anunciou esta segunda-feira o comité organizador dos Jogos Tóquio2020.

"A partida e o primeiro percurso da chama não terão a presença de público, estando prevista a transmissão em direto", refere um comunicado do comité, precisando que a cerimónia foi "substancialmente simplificada".

A expectativa inicial era de que cerca de 3.000 pessoas pudessem assistir ao início do percurso da chama pelo país, previsto para Fukushima, a cidade que há 10 anos foi palco de uma catástrofe nuclear, após um tsunami.

No entanto, o comité reitera que, como já tinha sido anunciado em fevereiro, o público poderá assistir à passagem da chama olímpica durante o seu percurso no Japão, com algumas restrições, entre as quais a proibição de gritos e aplausos.

Os Jogos Olímpicos Tóquio2020, adiados para 2021 devido à pandemia de Covid-19, vão decorrer entre 23 de julho e 08 de agosto, enquanto os Paralímpicos devem disputar-se entre 24 de agosto e 05 de setembro.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de