Chegada de Pimenta a Portugal. "Estou na história da canoagem e do desporto, e é continuar a trabalhar"

Nesta quarta-feira haverá uma receção ao canoísta Fernando Pimenta, que alcançou a medalha de bronze em Tóquio 2020.

Chegou às 08h50 ao aeroporto de Lisboa o canoísta Fernando Pimenta, que conquistou a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio na modalidade de canoagem, K1 1.000 metros. A receção foi tímida, mas houve aplausos à chegada do atleta português.

Em declarações aos jornalistas, Fernando Pimenta falou do que o move em todas as competições e da satisfação que sente com a conquista do bronze. "O combustível que eu tenho é nunca estar satisfeito. Claro que uma medalha dos Jogos Olímpicos é uma medalha dos Jogos Olímpicos, é incontestável, mas, na minha cabeça, eu quero sempre mais, quero sempre melhor, quero chegar o mais rapidamente possível à meta."

"Depois de conseguir fazer a semi-final, e de bater na semi-final o recorde olímpico, aquilo que me passava pela cabeça era conseguir fazer uma final ainda mais rápida e conseguir esse mesmo recorde que eu tinha imposto." Esse recorde foi batido, no entanto, pelo canoísta húngaro Belint Kopasz, mas Fernando Pimenta não cruza os braços e garante: "Estou dentro da História da canoagem e do desporto, e é continuar a trabalhar."

Esta tarde, há receção ao canoísta que conquistou a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio na modalidade de canoagem, K1 1.000 metros. Pode ser saudado nas ruas, na passagem pelas principais artérias do centro histórico de Ponte de Lima num autocarro descapotável, antes de discursar, às 19h00, no Largo de Camões.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de