Quem não marca, sofre. Classe de Thiago e Salah anula FC Porto em Liverpool

Dragões obrigados a vencer Atlético no Dragão na última jornada da fase de grupos para marcar presença nos oitavos da Champions. Veja os golos.

O FC Porto teve várias oportunidades para marcar, mas sai de Anfield derrotado por 2-0. As individualidades do Liverpool fizeram a diferença, num jogo marcado pela classe de Thiago e de Salah. Dragões deixaram boas indicações, mas pecaram na finalização.

Foi num ambiente absolutamente arrepiante que os adeptos do Liverpool receberam o FC Porto no mítico Estádio de Anfield Road. Com o apuramento já garantido, o treinador da equipa inglesa Jurgen Klopp optou por poupar alguns jogadores habitualmente titulares. No entanto, o temível tridente ofensivo tinha a baliza de Diogo Costa na mira: Mané, Firmino e Salah eram os homens mais avançados do ataque dos Reds.

Perante este evidente perigo, Sérgio Conceição ficou certamente feliz por já poder contar com Pepe. O veterano e experimente central recuperou da lesão contraída na seleção e fez dupla no centro da defesa portista com Mbemba.

E a primeira oportunidade clara do jogo pertenceu aos dragões. Foi pelo lado esquerdo que nasceu um lance que resultou de uma perda de bola. Tsimikas cedeu pressão do jovem João Mário. O lateral formado no Olival cruzou para a área e Taremi cabeceou. A bola sofreu um desvio de Matip e passou muito perto da baliza de Allisson.

O Liverpool ficou em sentido novamente quando aos 12 minutos, Taremi assistiu Luis Díaz. O colombiano fugiu em velocidade à defesa inglesa e serviu Otávio. O luso-brasileiro, na cara de Alisson e sem oposição, não conseguiu finalizar. Na sequência do lance, Otávio cai na área, mas sem qualquer falta, na opinião do árbitro da partida.

O Liverpool estava com maior posse de bola, mas não conseguiu penetrar pela defensiva portista. Aos 23 minutos, eis uma enorme contrariedade para a equipa do FC Porto.

Pepe teve uma recaída e pediu, de imediato, para ser substituído. Sérgio Conceição colocou logo em campo o jovem Fábio Cardoso.

A defensiva portista começou, à medida que o cronómetro avançava, foi perdendo a sua consistência e o Liverpool aproveitou os espaços. A qualidade individual de Thiago sobressaiu. O médio espanhol teve espaço e isolou Mané entre os defesas azuis e brancos.

O avançado entrou na área e bateu Diogo Costa. Contudo, o golo foi anulado por posição irregular do jogador senegalês.

A classe de Thiago

A segunda parte começou com o FC Porto novamente perto de inaugurar o marcador em Anfield. Na sequência de um livre perto da zona de pontapé de canto, João Mário levantou a bola para a área e após vários ressaltos, Uribe conseguiu controlar e rematou, deixando Alisson pregado ao relvado. A bola passou a centímetros do poste da baliza inglesa.

Aos 51 minutos, o Liverpool teve uma oportunidade e marcou. Foi também na sequência de um livre indireto, a bola foi cruzada para a área portista e cortada para fora. Thiago encheu o pé direito e, de primeira, rematou forte para um golaço que levantou as bancadas de Anfield.

A partir daqui, o FC Porto viveu o seu pior momento no jogo perante o entusiasmo dos pupilos de Klopp. O Liverpool, em casa e com o seu público radiante com o que vi-a, criou muitas dificuldades aos azuis e brancos, que voltaram a sofrer aos 70 minutos.

Salah fez o que quis a Zaidu, fez uma tabela com Henderson, e entrou na área. O egípcio tirou Uribe do caminho e rematou sem hipóteses para o segundo golo do Liverpool no jogo.

Onze do Liverpool: Alisson, Williams, Matip, Konaté, Tsimikas, Morton, Thiago, Oxlade-Chamberlain, Mané, Salah, Firmino.

Suplentes: Adrián, Kelleher, Fabinho, Van Dijk, Milner, Henderson, Jota, Robertson, Origi, Phillips, Alexander-Arnold.

Onze do FC Porto: Diogo Costa; João Mário, Mbemba, Pepe, Zaidu; Otávio, Uribe, Sérgio Oliveira, Luis Díaz; Taremi, Evanilson.

Suplentes: Marchesín, Fábio Cardoso, Francisco Conceição, Pepê, Grujic, Corona, Manafá, Vitinha, Wendell, Bruno Costa, Toni Martínez, Fábio Vieira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de