Benfica rouba a espada ao Vitória SC e fica mais perto do Sporting. Veja os golos

Depois de dois empates, um para a I Liga e outro para a Liga dos Campeões, os encarnados voltam às vitórias frente aos vimaranenses e ficam a quatro pontos do Sporting. Veja os golos.

Empate no Bessa contra o Boavista e empate na Luz frente ao Ajax, para a Liga dos Campeões. Este era o histórico do Benfica à entrada do jogo em que recebeu o Vitória SC no Estádio da Luz, que procurava o regresso às vitórias.

Apesar de ter colecionado suores frios nos primeiros minutos, o golo inaugural de Gonçalo Ramos deu confiança às águias, que acabaram por vencer de forma confortável os vimaranenses por 3-0, que não afiaram a espada que têm no símbolo durante grande parte do jogo.

Com este resultado, os encarnados voltaram a ficar mais perto do Sporting. Agora, são quatro os pontos que separam os rivais da segunda circular. Os vitorianos somam, por sua vez, a terceira derrota consecutiva no campeonato e continuam no sexto lugar, em igualdade pontual com o Estoril.

A primeira oportunidade do jogo foi do Benfica, pelos pés de Gilberto, mas as melhores chances na Luz, durante os primeiros minutos, foram do Vitória SC. Óscar Estupinan esteve duas vezes na cara do golo, mas Vlachodimos foi mantendo o empate.

Ao passar do minuto 23, os encarnados começaram a construir desde trás, com a bola a passar por quase todo o onze encarnado. Na fase final do lance, Meité encontrou Gilberto isolado no flanco e o brasileiro cruzou para a área, onde estava Gonçalo Ramos, que rematou em volley e abriu o marcador na Luz.

O segundo golo do Benfica foi quase uma cópia do primeiro, onde só mudou o marcador e a forma. Meité encontrou novamente Gilberto solto no lado direito, em mais um erro de marcação dos vitorianos. O brasileiro cruzou com espaço, onde, desta vez, encontrou Darwin, que cabeceou para o 2-0 dos encarnados, resultado que se manteve até ao intervalo.

Na segunda metade, os encarnados continuaram com vontade de dilatar ainda mais o resultado. Gonçalo Ramos recuperou a bola depois de um mau alívio de Miguel Maga, ultrapassou o defesa adversário e foi derrubado em falta na grande área. Darwin, com a responsabilidade de bater o penálti, fez o terceiro para o Benfica.

A ovação da noite, apesar dos golos, foi para a entrada de Roman Yaremchuk. O avançado ucraniano rendeu Darwin aos 62 minutos e o Estádio da Luz aplaudiu de pé a sua entrada, que incluiu uma passagem de braçadeira de capitão por parte de Jan Verthongen até ao final do jogo.

Até ao final do jogo, o resultado não sofreu alterações. Darwin e Gonçalo Ramos foram as figuras do Benfica numa vitória tranquila frente a um Vitória SC que colecionou muitos erros defensivos.

Onze do Benfica: Vlachodimos; Gilberto, Morato, Vertonghen e Grimaldo; Rafa, Meité, Taarabt e Everton; Gonçalo Ramos e Darwin

Onze do Vitória SC: Bruno Varela; Miguel Maga, Jorge Fernandes, Mumin e Rafa Soares; André Almeida, Alfa Semedo e Tiago Silva; Rúben Lameiras, Estupiñán e Rochinha

Suplentes do Benfica: Helton Leite, Yaremchuk, Diogo Gonçalves, João Mário, Valentino Lazaro, Nemanja Radonjic, Paulo Bernardo, Rafael Brito e Tomás Araújo

Suplentes do Vitória SC: Trmal, Borevkovic, Quaresma, Bruno Duarte, Nélson da Luz, Geny, Sílvio, Bamba e Janvier

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de