CONMEBOL muda final da Taça Libertadores do Chile para o Peru

Encontro entre os brasileiros do Flamengo e os argentinos do River Plate estava inicialmente marcado para Santiago do Chile.

A Confederação sul-americana de futebol (CONMEBOL) mudou esta terça-feira a final da Taça Libertadores, entre Flamengo e River Plate, da capital do Chile para a do Peru, mantendo-a na data prevista, 23 de novembro.

Na sua conta oficial no Twitter, a CONMEBOL colocou uma fotografia do "imponente Estádio Nacional de Lima", anunciando que será na capital do Peru que se vai realizar "a final da edição 2019 da Taça Libertadores". O encontro entre os brasileiros do Flamengo, treinados pelo português Jorge Jesus, e os argentinos do River Plate, detentores do título, estava inicialmente marcado para Santiago do Chile, sendo a primeira final em jogo único.

A decisão foi tomada esta terça-feira, depois de uma reunião em Assunção, capital do Paraguai, e na qual também participaram representantes dos dois clubes que vão disputar a final. A mudança de local dá a possibilidade a mais 31.428 espetadores de verem in loco o encontro, já que o novo palco tem capacidade para 80.093, contra os 48.665 do Estádio Nacional de Santiago.

No ano passado, a CONMEBOL também teve de alterar o palco da final, nomeadamente do jogo da segunda mão, que passou do Monumental Nuñez, a casa do River Plate, para o Santiago Bernabéu, em Madrid, depois de um ataque ao autocarro do Boca Juniors.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados