Conselho de Disciplina da FPF vai investigar denúncias de assédio sexual de jogadoras do Rio Ave

"O regulamento disciplinar tem punições específicas para casos de assédio", lembra o Conselho Disciplinar da FPF.

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) vai abrir um processo disciplinar após várias jogadoras da equipa de futebol feminino do Rio Ave terem acusado o antigo treinador de as ter assediado com mensagens íntimas.

"O Conselho de Disciplina da FPF irá abrir processo disciplinar. O regulamento disciplinar, como refere a peça do Público, tem punições específicas para casos de assédio e a FPF tem há muito tempo uma plataforma de denúncia para estas e outras situações", pode ler-se numa nota enviada à TSF.

O treinador Miguel Afonso já não está no Rio Ave e, apesar dos vários alertas feitos pelas jogadoras, é agora treinador da equipa principal do Famalicão.

De acordo com o jornal Público, o presidente do Famalicão foi alertado para as provas sérias de assédio sexual, mas garantiu que a questão estaria resolvida após ter discutido o assunto com responsáveis pelo futebol feminino.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de