COP preocupado com uso de bandeiras falsificadas nos festejos de atletas

Comité Olímpico de Portugal foi informado que, nos momentos dos festejos, a bandeira nacional utilizada não corresponde à verdadeira bandeira.

O Comité Olímpico de Portugal (COP) está preocupado com a utilização de bandeiras falsificadas nos festejos de atletas que participam em diversas provas desportivas, anunciou esta quinta-feira a entidade, apelando para que haja mais cuidado nesta matéria.

"O Comité Olímpico de Portugal (COP), como entidade integrante do universo desportivo, partilha, naturalmente, os sentimentos aliados às conquistas dos nossos atletas nas mais diferentes modalidades desportivas. Contudo, o COP tem vindo a ser informado que, não raras vezes, nos momentos de festejo dessas vitórias, a bandeira nacional utilizada não corresponde à verdadeira bandeira nacional, aquela que é um símbolo nacional e que merece a devida proteção jurídica", lê-se numa publicação no site oficial da instituição.

Segundo a entidade liderada por José Manuel Constantino, "o COP foi alertado para o facto de, por vezes, e inadvertidamente, a bandeira erguida pelos nossos atletas apresentar pagodes chineses no lugar onde deveriam estar os sete castelos nacionais".

Por isso, acrescentou, "dada a proliferação de materiais contrafeitos, e a emoção característica dos momentos de celebração, o COP tem consciência da dificuldade para controlar a utilização deste tipo de materiais, todavia, vem, por este meio, partilhar a sua preocupação relativamente a esta matéria e apelar a todos os seus membros que reforcem a atenção e vigilância no sentido de poderem evitar situações constrangedoras".

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de