Costa envia mensagem de "orgulho e confiança" aos atletas olímpicos portugueses

Chefe do Governo português sublinha as "incertezas e dificuldades importas pela pandemia" e garante o acompanhamento entusiástico dos jogos por todos os portugueses.

O primeiro-ministro, António Costa, enviou na rede social Twitter uma mensagem de orgulho e confiança aos atletas portugueses que vão participar nos Jogos Olímpicos de Tóquio, que arrancam esta sexta-feira, desejando-lhes boa sorte.

"No dia de arranque oficial dos @JogosOlimpicos #Tokyo2020 envio uma mensagem de orgulho e confiança a toda #EquipaPortugal. Vestem as cores da nossa bandeira e percorre-vos no sangue a coragem, a determinação e a dedicação. Acreditamos na vossa vontade de vencer. #LetsGoPortugal", escreve António Costa.

Na mensagem, publicada ao início da manhã, o primeiro-ministro manifesta o apoio a toda a delegação, sublinhando as "incertezas e dificuldades importas pela pandemia".

"As incertezas e dificuldades impostas pela pandemia reforçam o nosso apoio a toda a Delegação e demonstram a vossa excecional capacidade de superação", diz o governante, acrescentando: "Os Portugueses acompanham-vos entusiasticamente. Acreditamos no vosso sucesso. Partilhamos os mesmos sonhos. Boa sorte!"

Os Jogos Olímpicos Tóquio 2020 arrancam hoje, com a realização da cerimónia de abertura no Estádio Nacional da capital japonesa, um ano depois do previsto devido ao adiamento motivado pela pandemia de Covid-19.

Uma cerimónia sem público lançará a XXXII Olimpíada da Era Moderna, antes de 'coroar' 339 campeões em 33 modalidades diferentes, com o desfile de cerca de 20 dos 92 atletas portugueses que vão estar em ação na capital japonesa, que sucede ao Rio de Janeiro, 'casa' dos Jogos em 2016.

Como é tradição, a Grécia entrará primeiro na parada das nações, seguindo-se a equipa olímpica de refugiados, e depois os países pela ordem ditada pela língua japonesa, até chegar a França, que receberá Paris2024, e Estados Unidos, com Los Angeles2028, e o Japão no fim.

Em 168.º estará Portugal, com Telma Monteiro, medalha de bronze no Rio 2016, e Nelson Évora, ouro em Pequim 2008, como porta-estandartes, pela primeira vez em duplas, numa iniciativa para promover a igualdade de género.

MAIS SOBRE TÓQUIO 2020

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de