Decisão e debate dos títulos nacionais faz-se na secretaria

A Assembleia Geral Extraordinária da FPF desta quarta-feira vai debater os três pareceres que podem mudar a história dos campeões nacionais.

A Cidade do Futebol vai receber, esta quarta-feira, 84 delegados para analisar, em Assembleia Geral, três pareceres sobre recontagem de títulos nacionais, um tema que foi levantado pelo Sporting CP durante a presidência de Bruno de Carvalho. Tudo pode mudar, mas tudo pode também ficar igual se nenhum dos três pareceres for aprovado por maioria.

A Federação Portuguesa de Futebol criou, em 2018, a Comissão Independente para a Análise dos Títulos Nacionais, que conseguiu apresentar dois pareceres. Mas o Sporting também apresentou a sua própria proposta, porque entende ter direito a mais quatro campeonatos. O parecer leonino foi aceite pela mesa da AG da FPF, presidida por José Luís Arnaut.

O parecer dos leões, subscrito por Diogo Ramada Curto e Bernardo Pinto da Cruz, investigadores do Instituto Português de Relações Internacionais, avança no estudo que o Sporting tem 23 títulos de campeão nacional, em vez dos 19.

Para chegar a esta conclusão, o Sporting, defende que o Campeonato de Portugal, organizado entre 1921 e 1938, em formato de eliminatórias, era a competição mais importante do calendário do futebol português e, por isso, as conquistas dessa prova devem ser comparadas à atual Liga e não à Taça de Portugal. Mas este parecer leonino vai mais longe e defende que a Liga Experimental, jogada entre 1934 e 1938, não devia contar para os títulos de campeão nacional. Por isso, esses troféus não devem ser contabilizados.

3.ª Proposta

Título Campeão Nacional

SL Benfica - 37 títulos

FC Porto + 3 - 33 títulos

Sporting CP + 4 - 23 títulos

Belenenses + 3 - 4 títulos

Boavista - 1 título

Olhanense - 1 título

Marítimo - 1 título

Carcavelinhos - 1 título

Taça de Portugal

SL Benfica - 26 títulos

FC Porto - 18 títulos

Sporting CP - 17 títulos

Boavista - 5 títulos

SC Braga - 3 títulos

V. Setúbal - 3 títulos

Belenenses - 3 títulos

Académica - 2 títulos

Aves - 1 título

V. Guimarães -1 título

E. Amadora - 1 título

Leixões - 1 título

Beira-Mar - 1 título

Comissão Independente para a Análise dos Títulos Nacionais apresentou dois pareceres

A primeira proposta vai ser defendida por Amândio Barros, Manuel Janeira e Ricardo Pereira, indicados pela Universidade do Porto e Sílvia Alves, da Universidade de Lisboa. Estes historiadores defendem que as equipas vencedoras do Campeonato de Portugal entre 1921/22 e 1933/34 devem ser consideradas campeãs nacionais. Mas também os clubes que venceram a Liga Experimental devem contar no palmarés com esses títulos de campeão.

Já os vencedores do Campeonato de Portugal entre 1934/35 e 1937/38 passam a ter esses títulos nas contas das Taças de Portugal. Ou seja, deixam de ser campeonatos nacionais.

1.ª Proposta

Título Campeão Nacional

SL Benfica + 2 - 39 títulos

FC Porto + 3 - 33 títulos

Sporting CP + 2 - 21 títulos

Belenenses + 3 - 4 títulos

Olhanense + 1 - 1 título

Marítimo + 1 - 1 título

Carcavelinhos + 1 título

Taça de Portugal

SL Benfica + 1 - 27 títulos

Sporting CP + 2 - 19 títulos

FC Porto + 1 - 19 títulos

O segundo parecer parte da autoria de Francisco Pinheiro, da Universidade de Coimbra. O historiador entende que a Liga Experimental foi a competição que deu seguimento ao Campeonato Nacional e que o Campeonato de Portugal já seguia o modelo da Taça de Portugal.

Na defesa deste estudo não há qualquer alteração no número de títulos de campeonatos nacionais, mas sim na Taça de Portugal.

2.ª Proposta

Título Campeão Nacional

SL Benfica - 37

FC Porto - 30

Sporting CP - 19

Boavista - 1

Belenenses - 1

Taça de Portugal

SL Benfica + 3 - 29 títulos

FC Porto + 4 - 22 títulos

Sporting CP + 4 - 21 títulos

Belenenses + 3 - 6 títulos

Olhanense + 1 títulos

Marítimo + 1 títulos

Carcavelinhos + 1 títulos

As decisões que podem reescrever a história dos títulos de campeão nacional e vencedor da Taça de Portugal começam a ser debatidas a partir das 17h00 na Cidade do Futebol, durante a AG Extraordinária da FPF.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de