"Deixou-nos um grande vazio." Pinto da Costa reage à morte de Quintana

Presidente do FC Porto afirma que guarda-redes ficará, para sempre, no coração de todos os portistas.

O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, reagiu à morte do guarda-redes de andebol do clube, Alfredo Quintana, com emoção e afirmou que o luso-cubano ficará no coração de todos os portistas.

"Deixou-nos um grande vazio, mas ficará para sempre no coração de todos nós, de todos os que com ele conviveram, sobretudo no seio dos que lutaram dia-a-dia, juntamente com ele, para que o clube que ele amava, o FC Porto, fosse cada vez maior. Foi uma maravilha de atleta", explicou ao Porto Canal Pinto da Costa.

Para o dirigente dos dragões, o guarda-redes dedicou-se sempre a 100% ao FC Porto. Pinto da Costa recordou também que, depois de quatro anos no clube, Quintana quis assumir a nacionalidade portuguesa porque não pretendia sair da equipa azul e branca.

"Infelizmente só este acidente lamentável e triste o levou de junto de nós, fisicamente, porque espiritualmente o Quintana só falecerá no dia em que falecer o último de todos aqueles que com ele lidaram. Será uma memória viva para todos nós", acrescentou o presidente do FC Porto.

O andebolista internacional português morreu, aos 32 anos, na sequência de uma paragem cardiorrespiratória sofrida na segunda-feira, durante um treino.

Quintana foi assistido no local do treino com o apoio de uma viatura do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e, posteriormente, transportado para o Hospital de São João, no Porto, onde ficou internado na unidade de cuidados intensivos, depois de ter sido estabilizado.

O jogador, natural de Havana, que adquiriu nacionalidade portuguesa e se tornou internacional pela seleção nacional de andebol em 2014, permanecia desde segunda-feira naquela unidade hospitalar, em situação clínica estável, mas com prognóstico muito reservado.

Quintana assumiu-se como uma das figuras incontornáveis da modalidade em Portugal, tendo contribuído decisivamente para a obtenção do sexto lugar do Europeu de 2020 e o 10.º lugar do Mundial de 2021, as melhores classificações da equipa das quinas, sob o comando do treinador Paulo Pereira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de