Dez jogos em dez dias. O testemunho de Bruno, um português a viver em Doha em tempo de Mundial
Mundial 2022

Dez jogos em dez dias. O testemunho de Bruno, um português a viver em Doha em tempo de Mundial

Já lá vão dez dias desde que começou o campeonato do mundo no Catar, o Mundial mais polémico da história do futebol. Foram dez dias de divertimento para quem segue o Mundial de perto: é o caso de Bruno Nogueira, residente português no Catar, que assistiu a dez jogos seguidos no Mundial e agora vai voltar a Portugal.

Em entrevista à TSF, Bruno conta como é viver no Catar há sete anos com a mulher, considerando que a imagem que se tem passado sobre a vida social das mulheres é enganosa: "Ela pode perfeitamente andar na rua, com a liberdade toda que tem em Portugal, muitas das coisas que se tem ouvido na comunicação social são mentiras, a minha mulher não depende nada de mim para andar sozinha na rua."

Relativamente à subida dos preços nos restaurantes e nos hotéis, Bruno explica que "há muita procura nesta altura e os preços são exorbitantes". "As pessoas aproveitaram-se um bocado do Mundial, é uma coisa que acontece em qualquer Mundial, em qualquer país, não é só no Catar."

Bruno é professor no Catar, mas as escolas estão agora fechadas por causa do torneio. Se assim não fosse, a cidade de Doha ficaria entupida devido ao trânsito. "Sabemos que no final da escola é caótico, principalmente no centro de Doha, que tem muitas escolas. Às 14h00, o trânsito é qualquer coisa de impossível."

Aproveitando estas semanas em que as escolas estão encerradas, Bruno decidiu comprar 10 bilhetes para os primeiros 10 dias do campeonato do mundo. Mas agora, é tempo de regressar a Portugal e aproveitar o Natal em família.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de