Di María abandona jogo do PSG após saber que casa tinha sido assaltada

As duas filhas e a mulher do argentino ficaram retidas pelos assaltantes.

O futebolista internacional argentino ex-Benfica Ángel Di María abandonou este domingo o campo na derrota do Paris Saint-Germain na receção ao Nantes (2-1), ao saber que a casa em que vive tinha sido assaltada, com a família no interior.

À volta da hora de jogo, o diretor desportivo Leonardo abordou o técnico da equipa, o argentino Mauricio Pochettino, que chegou mesmo a descer do terreno de jogo para a conversa.

Di María, que até tinha estado no primeiro golo dos parisienses, foi imediatamente substituído, acompanhado pelo treinador até ao balneário, descobrindo depois o que se tinha passado.

Segundo o jornal francês L'Équipe, a casa do avançado argentino foi assaltada com as duas filhas e a mulher no interior, tendo ficado retidas pelos assaltantes, numa noite em que, avança a mesma fonte, a casa de outro atleta dos campeões franceses, o brasileiro Marquinhos, também foi atacada.

Segundo o mesmo jornal, este assalto foi direcionado à habitação do pai do 'capitão' do emblema parisiense.

Os pais de Marquinhos, do PSG, também foram sequestrados durante um assalto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de