"Dia histórico e de orgulho." PR e PM felicitam Félix da Costa pelo título

O piloto da DS Techeetah garantiu o título depois de ter sido segundo classificado na oitava jornada da competição, em Berlim.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, felicitou, este domingo, o piloto português António Félix da Costa, que conquistou o título mundial de Fórmula E, competição para carros elétricos, após uma corrida realizada em Berlim.

"António Félix da Costa é o quinto piloto a conquistar esta prova, naquele que é um dos momentos mais altos da sua carreira. Orgulha Portugal, alegra todos os portugueses e merece o reconhecimento do Presidente da República, que já lhe transmitiu pessoalmente as felicitações em nome de todos os portugueses", indica uma nota publicada na página oficial da Presidência da República na Internet.

A mensagem de Marcelo Rebelo de Sousa sucedeu-se à do primeiro-ministro, António Costa, que já tinha felicitado o piloto português: "Parabéns a António Félix da Costa, campeão do mundo de Fórmula E. Dia histórico e de orgulho para o desporto automóvel português", escreveu António Costa, na rede social Twitter.

O piloto da equipa DS Techeetah garantiu o título depois de ter sido segundo classificado na oitava jornada da competição, em Berlim.

"António Félix da Costa é o primeiro português a sagrar-se campeão mundial na Fórmula E, um feito conquistado por um jovem piloto de muito talento e com todo o mérito, numa disciplina do automobilismo cada vez mais competitiva e em ascensão", elogiou o Automóvel Clube de Portugal.

Com um "Histórico! António Félix da Costa é campeão mundial de Fórmula E!", o Comité Olímpico de Portugal também se associou ao êxito do piloto luso, em publicação na conta oficial no Twitter.

A Federação Portuguesa de Futebol foi outro dos organismos que assinalou o feito, igualmente através das redes sociais, com um comentário expressivo: "Campeão do Mundo de Fórmula E! Orgulho!"

Partindo do segundo lugar da grelha, o português chegou a liderar durante várias voltas, mas acabou por ser ultrapassado pelo companheiro de equipa, o francês Jean-Éric Vergne, que venceu a corrida.

O segundo lugar foi suficiente para o piloto de Cascais festejar o título de pilotos, quando faltam duas corridas para o final do campeonato, com a DS Techeetah a festejar também o triunfo no campeonato de equipas.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de