Líder impõe-se ao ritmo de Pizzi. Benfica goleia Famalicão

Carlos Vinícius desbloqueou o resultado, Pizzi bisou na segunda parte e ainda serviu Caio Lucas, que fixou o resultado final. Veja os golos.

O Benfica venceu este sábado na Luz o Famalicão (4-0), com golos de Carlos Vinícius e Pizzi (bis) e Caio Lucas. Perante um estádio da Luz com milhares nas bancadas, o jogo começou equilibrado, mas, antes do intervalo, Vinícius, o melhor jogador do campeonato nos últimos dois meses, surgiu na área para concluir uma jogada pela direita.

Na segunda parte, o génio de Pizzi fez as delícias dos adeptos encarnados. Logo a abrir o segundo tempo, o capitão encarnado apareceu em zona frontal para rematar e aumentar a vantagem.

Aos 62 minutos, eis o momento do jogo - Pizzi recebe na área, tirou um adversário do caminho, e rematou, novamente de pé esquerdo para o terceiro da noite.

Em cima de 90', Pizzi isolou Caio Lucas. O brasileiro entrou na área e disparou para o quarto golo, que fixou o resultado final.

O encontro começou com uma falta dura sobre Cervi. Aos dois minutos, o argentino foi carregado por Fábio Martins, que viu Rui Costa, o árbitro da partida, mostrar-lhe o cartão amarelo.

O Benfica tentou progredir no terreno e o primeiro lance de perigo surgiu aos oito minutos. Pizzi sozinho, já dentro da área, rematou cruzado, mas a defensiva da equipa do Famalicão afastou pela linha lateral.

Aos 26 minutos, eis a primeira oportunidade do encontro para a equipa forasteira. De fora da área, Pedro Gonçalves obrigou Vlachodimos a voar e desviar a bola para canto.

O jogo estava com um ritmo frenético, com as equipas a procurarem o primeiro golo da partida, e Pizzi, em grande forma, passou por vários adversários e, na cara de Defendi, rematou à figura do guardião famalicense.

Mas Pizzi continuava a espalhar a sua técnica e teve nova oportunidade para inaugurar o marcador. Tomás Tavares levantou a cabeça e serviu o capitão encarnado obrigou, pela terceira vez no jogo, Defendi a aplicar-se.

O Benfica pressionava o Famalicão, que se desconcentrou e permitiu ao Benfica chegar ao primeiro golo da noite. Jogada pela direita, com Tomás Tavares a servir Chiquinho. O 19 encarnado cruzou para a área e, sem marcação, Vinícius não perdoou, fuzilando a baliza de Defendi.

A segunda parte começou com mais um golo encarnado. Dois minutos depois do reinício, Chiquinho cruzou para a área, Riccieli falhou o corte e Pizzi, de pé esquerdo, rematou forte para o fundo das redes de Defendi, aumentando a vantagem encarnada no marcador, para delírio nas bancadas.

O Benfica dominava o encontro, com vários lances de "encher o olho". Aos 60 minutos, Tomás Tavares iniciou uma jogada, combinando com Chiquinho, que devolveu ao lateral-direito. À entrada da área, o remate do jovem "made in Seixal", em zona frontal, esbarrou na defensiva do Famalicão, que não tinha argumentos para travar o jogo ofensivo encarnado.

E foi com naturalidade que o Benfica chegou ao terceiro. E que golo - Pizzi recebeu, "desfez" um defesa na área e rematou para um golaço, bisando na partida.

O Famalicão, a oito minutos dos 90', tentava o golo de honra. Fábio Martins rematou para boa defesa de Vlachodimos, que se mostrou seguro durante o encontro.

Em cima dos 90 minutos, Pizzi voltou a aproveitar o espaço que tinha, e assistiu Caio Lucas. O brasileiro entrou na área e rematou para o quarto da noite, fixando o resultado final.

Com este resultado, o Benfica soma três pontos, reforçando a liderança no campeonato. Pizzi foi eleito o melhor em campo.

Onze do Benfica: Odysseas; Tomás Tavares, Rúben, Ferro e Grimaldo; Pizzi Gabriel, Taarabt e Cervi; Chiquinho e Vinícius.

Suplentes: Zlobin, Jardel, Nuno Tavares, Samaris, Caio, Jota e Seferovic.

Onze do Famalicão: Defendi; Riccieli, Nehuén Pérez, Roderick, Centelles; Assunção, Račić, Pedro Gonçalves; Lameiras, Fábio Martins, Toni Martínez.

Suplentes do Famalicão: Vaná, Guga, Ofori, Phete, Walterson, Schiappacasse, Anderson.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de