Sporting de Braga elimina Sporting e está na final da Taça da Liga

Ricardo Horta e Paulinho marcaram para o Braga. Sporting ainda empatou por Mathieu, que acabou expulso. Ouça o relato TSF e veja os golos.

O Sporting de Braga é o primeiro finalista da Taça da Liga. Os bracarenses venceram o Sporting por 2-1, no Estádio de Braga, com golos de Ricardo Horta (8") e Paulinho (90"). Antes do intervalo, aos 43 minutos, o Sporting ainda reduzira por intermédio de Mathieu, que acabou expulso, tal como Bolasie.

Os bracarenses esperam agora pelo adversário da final, que será decidido na outra meia-final entre Vitória de Guimarães e FC Porto. O jogo que ditará o "campeão de inverno" realiza-se no próximo sábado, às 19h45.

Para a primeira meia-final, os treinadores fizeram várias alterações, em relação aos jogos para Liga na passada sexta-feira. E o jogo começou com um remate perigoso dos homens da casa.

Recuperação de bola no meio campo do Sporting e Paulinho, o avançado da equipa de Rúben Amorim, sem cerimónias, fez o primeiro remate do encontro, com algum perigo, incomodando o jovem guardião Maximiano.

Depois da ameaça, a concretização: o Sporting de Braga, a jogar perante os seus adeptos, aproveitou uma nova recuperação de bola para abrir o ativo. Paulinho soltou-se da marcação e serviu a Ricardo Horta.

O extremo português recebeu de pé direito e ajeitou a bola para desferir um remate de pé esquerdo. A bola entrou no poste mais distante de Maximiano e houve uma explosão de alegria em Braga.

O Sporting procurou responder, mas não conseguia sair para o ataque. O Braga também baixou o ritmo inicial mas, ao contrário dos leões, conseguia chegar perto da área da equipa de Silas com mais perigo. Depois de outro roubo de bola, João Novais tentou a meia distância, mas a bola saiu à figura de Maximiano.

À meia hora de jogo, o Sporting conseguiu libertar-se da pressão e Rafael Camacho tentou o remate, que obrigou Matheus a esticar-se. Logo a seguir, depois de um canto, Doumbia teve espaço para rematar por cima da barra da baliza bracarense.

O encontro ganhou novamente um ritmo superior e Galeno fugiu pela esquerda e, no um para um com Coates, conseguiu tirar o central leonino da frente e rematar, num lance perigoso do ataque bracarense.

Através de um lance que surpreendeu a defensiva bracarense, o Sporting empatou. Livre marcado rapidamente por Bruno Fernandes e Mathieu, completamente sozinho na área, fuzilou a baliza de Mathieu.

Antes do intervalo, o Braga ainda teve nova oportunidade para marcar o segundo, mas o remate de João Novais, na sequência de um livre direto, saiu por cima. As equipas regressaram ao balneário com assobios das bancadas para a equipa de arbitragem liderada por Nuno Almeida.

A segunda parte começou com o Braga a chegar-se à baliza de Maximiano, tal como tinha começado o primeiro tempo. Galeno fugiu a Ristovski, conseguindo criar um lance com superioridade numérica. O brasileiro, em evidência neste encontro, serviu Ricardo Horta e Fransérgio rematou à figura de Maximiano.

Na resposta, o Sporting esteve perto de chegar ao segundo. Canto do lado direito do ataque leonino marcado por Bruno Fernandes. O capitão do Sporting levantou a bola para área, onde surgiu Coates a cabecear para uma enorme defesa de Matheus.

Com o placar a marcar a hora de jogo, eis um dos momentos do encontro: Bolasie carregou em falta o lateral Sequeira, mas o árbitro nada mostrou.

Mas o videoárbitro avisou Nuno Almeida, que foi ver as imagens do lance. Depois da análise, o juiz da partida mostrou cartão vermelho direto ao jogador leonino, que tinha entrado para esta segunda parte, para o lugar de Doumbia.

Silas foi obrigado a reorganizar a equipa e tirou Luiz Phellype, colocando em campo o central Neto. Na frente de ataque, ficaram Bruno Fernandes e Rafael Camacho. O Sporting, sabendo que na Taça da Liga não há prolongamento, passou a "queimar" tempo, para tentar a sorte nas grandes penalidades.

Do outro lado, Rúben Amorim quis responder e fez entrar Rui Fonte, uma ponta de lança, para o lugar do lateral Sequeira. Na reta final da partida, só o Sporting de Braga procurava o golo da vitória.

Num desses lances, na sequência de um cruzamento de Ricardo Esgaio, Coates falhou o corte na área e a bola sobrou para Galeno, que rematou de primeira, mas a bola saiu próxima da baliza de Maximiano.

Aos 90 minutos, o Sporting de Braga conseguiu marcar o segundo golo da partida. Cruzamento de Esgaio para a cabeça de Raul Silva. O central brasileiro assitiu Paulinho, que nas costas de Matheiu só teve encostar para o fundo da baliza de Maximiano, colocando o Sporting de Braga em vantagem.

Nos descontos, Mathieu carregou em falta Esgaio e o árbitro expulsou o central francês. O lance provocou um "sururu" entre ambas as equipas. O juiz expulsou ainda o guarda-redes suplente do Braga, Eduardo e Borja, do Sporting.

Onze do Sporting de Braga: Matheus; Tormena, Raul Silva e Bruno Viana; Esgaio, João Novais, Fransérgio e Sequeira; Galeno, Paulinho e Ricardo Horta.

Suplentes do Braga: Eduardo, David Carmo, André Horta, Trincão, Murilo, Wilson Eduardo e Rui Fonte.

Onze do Sporting: Maximiano; Ristovski, Coates, Mathieu, Acuña; Battaglia, Doumbia, Wendel, Bruno Fernandes, Luiz Phellype e Rafael Camacho.

Suplentes do Sporting: Renan Ribeiro, Neto, Borja, Eduardo, Plata, Bolasie e Pedro Mendes.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de