FC Porto vence Portimonense com golo ao cair do pano

A equipa de Sérgio Conceição trouxe três difíceis pontos do Algarve e está, novamente, em igualdade pontual com o Benfica e a um ponto do líder Famalicão. Ouça as reações na TSF e veja os golos da partida.

O FC Porto venceu o Portimonense, no Estádio de Portimão, depois de um susto dos algarvios. Depois de estar a ganhar por duas bolas, a equipa de Sérgio Conceição foi surpreendida pelos algarvios, que fizeram dois golos em três minutos, e que mudaram por completo a história do jogo. Valeu Marcano mesmo no fim do jogo.

Os primeiros minutos do jogo tiveram muito mais FC Porto, com a equipa de Sérgio Conceição a controlar a partida e as principais oportunidades.

Luis Diaz esteve perto do golo aos 13 minutos, quando atirou ao poste depois de um grande trabalho dentro da área. Seguiu-se um lance de perigo de Otávio, que rematou cruzado, mas acabou por ver a bola desviada.

O golo saiu dos pés de Alex Telles, aos 25 minutos, de penálti. O brasileiro inaugurou o marcador depois de Jadson ter cortado a bola de carrinho e de, no chão, o esférico ter tocado no braço. O lance suscitou dúvidas, mas o árbitro apitou para a marca dos 11 metros e o VAR confirmou a grande penalidade.

O FC Porto aparecia muitas vezes na área do Portimonense, a equipa algarvia não conseguia suster o ataque dos dragões. Num dos ataques mais perigosos, Otávio serviu Zé Luís, mas o guarda-redes do Portimonense negou o golo com uma grande defesa.

E mesmo antes do intervalo, Zé Luís seria feliz, ao fazer o segundo dos azuis e brancos após um excelente cruzamento de Uribe.

O Portimonense veio dos balneários com outra atitude, mais vontade de agarrar na partida e criar perigo aos dragões, mas o FC Porto voltou a impor-se, até porque a vantagem trazida da primeira parte deixava os portistas mais à vontade no campo. Porém, o indicador trazido pelos algarvios mudou o ritmo do jogo.

A 15 minutos do fim da partida, o Portimonense reduziu a desvantagem dos algarvios com uma cabeceamento de Dener.

A partida estava relançada e, três minutos depois, o Portimonense voltou a surpreender, com Koki Anzai a rematar de fora da área. Estava feito um golaço no Algarve.

Quando tudo parecia terminado, o FC Porto faz o golo da vitória mesmo ao cair do pano. Com um canto de Corona, Marcano faz o terceiro para os dragões e carimba os três pontos.

Logo após o apito final, Sérgio Conceição abordou Shoya Nakajima, jogador que lançara na segunda parte para o lugar de Luis Diaz. Não são conhecidos os motivos da confrontação, mas a atitude valeu ao treinador várias críticas.

Onze do Portimonense: Ricardo Ferreira; Anzai, Romulo, Jadson, Rodrigo e Tavares; Tabata, Pedro Sá, Lucas Fernandes e Aylton; Jackson Martinez.

Onze no FC Porto: Marchesin, Corona, Marcano, Pepe e Alex Telles; Uribe, Danilo, Luiz Diaz e Otávio; Zé Luís e Marega.

Suplentes do Portimonense: Gonda; Hacman, Dener, Marlos, Anderson, Cevallos e Everson.

Suplentes do FC Porto: Diogo Costa; Mbemba, Manafá, Bruno Costa, Nakajima, Soares e Fábio Silva.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de