Sem Bas Dost, é Luiz Phellype que anima o leão. Sporting vence Vitória de Guimarães

Raphinha apontou o primeiro golo do encontro aos 40 minutos. Luiz Phellype aumentou na segunda parte. Veja os golos.

O Sporting recebeu e venceu (2-0) o Vitória de Guimarães numa tarde em que os adeptos encheram as bancadas em Alvalade. Raphinha, regressado à competição abriu o marcador aos 40 minutos e, na segunda parte, o compatriota Luiz Phellype aumentou a vantagem, marcando o quinto golo consecutivo.

Mais de 44 mil espetadores deslocaram-se a Alvalade para assistir a um clássico do futebol português entre Sporting e Vitória de Guimarães. O encontro começou com a posse de bola repartida a meio campo. Por um lado, a equipa de Keizer, com Raphinha e Diaby (que regressaram à titularidade), tinha pouca clarividência, protagonizando alguns passes falhados. Já a turma da cidade berço tentava sem sucesso assumir o controlo do jogo.

Os primeiros lances de perigo surgiram perto dos 20 minutos. Por duas vezes, o Sporting acertou nos ferros da baliza do jovem Miguel Silva. Raphinha, num primeiro momento e Bruno Fernandes assustaram uma equipa que perdeu fulgor nas últimas jornadas. Recorde-se que Vitória de Guimarães vinha de duas derrotas consecutivas (Rio Ave e Desportivo das Aves).

A partir daqui, o Sporting carregou a equipa do Vitória que limitou-se a tentar travar as investidas dos leões, que apareciam sempre muito perigosos no ataque. Bruno Fernandes, Raphinha, Luiz Phellype e Diaby tentavam abrir o marcador. E, já depois da meia hora, os leões chegaram mesmo à vantagem. Raphinha apareceu na área e, à meia-volta, fuzilou o guardião Miguel Silva, que até então estava intransponível.

Na jogada seguinte, o Vitória de Guimarães queixou-se de uma falta na área, pendido uma grande penalidade ao árbitro Rui Costa. O árbitro foi avisado pelo videoárbitro que não havia razão para marcar falta mas o banco da equipa de Luís Castro não ficou convencido. Após os protestos, o juiz expulsou Moreno e Flávio Meireles, dirigente do Vitória.

O Sporting sabia que era superior ao adversário e entrou na segunda parte com vontade de aumentar a vantagem. Bruno Fernandes ganhou um ressalto, rematou mas a bola embate em Pedro Henrique desviando a trajetória.

Mas no lance seguinte, os leões chegaram ao segundo golo da partida por intermédio de Luiz Phellype. Raphinha fez o que quis de Florent e assistiu o avançado que voltou a faturar no campeonato.

O reforço de inverno dos leões apontou o quinto golo na Liga, confirmando o instinto goleador face à ausência de Bas Dost que Keizer deixou na bancada. A partir deste golo, o jogo passou para um ritmo mais brando, com as equipas a resguardarem-se.

Veja o golo:

Raphinha, 40'

Luiz Phyllipe, 51'

Onze do Sporting: Renan; Ristovski, Coates, Mathieu e Acuña; Wendel, Doumbia e Bruno Fernandes; Raphinha, Luiz Phellype e Diaby.

Onze do Vitória de Guimarães: Miguel; Sacko, Osório, Pedro Henrique e Rafa Soares; Joseph e Wakaso; Rochinha, Tozé e Ola John; Davidson.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de