FC Porto vence Santa Clara em noite tranquila

Os dragões estão a vencer desde os 15 minutos. Perto do intervalo, um autogolo de César aumentou a vantagem do FC Porto. Veja os golos.

O FC Porto venceu esta noite o Santa Clara, por 2-0 no Estádio do Dragão. Zé Luís voltou ao onze e aos golos, tendo inaugurado o marcador aos 15 minutos. Um autogolo de César antes do intervalo, aumentou a vantagem portista no marcador. Com este resultado o FC Porto regressa à liderança, juntamente com o Benfica.

Depois da vitória na quinta-feira na estreia da Liga Europa (2-1 frente ao Young Boys), Sérgio Conceição promoveu duas alterações à equipa inicial na receção ao Santa Clara, jogo da sexta jornada. Wilson Manafá ocupou o lugar de Alex Telles, que cumpriu um jogo de castigo e Zé Luís regressou à frente de ataque portista.

O primeiro lance de perigo surgiu logo aos cinco minutos. Luis Díaz rematou à entrada da área, obrigando o guardião Marco a esticar-se e protagonizar uma excelente defesa. Perante um adversário que não conseguia impedir a pressão inicial, os dragões inauguraram o marcador aos 15 minutos.

Danilo cruzou para a área, onde estava Zé Luís que finalizou, sem oposição.

O FC Porto nunca tirou o pé do acelerador e a defensiva insular mostra algumas dificuldades para conter o ataque portista. A exceção foi um livre a beneficiar a equipa visitante, depois de uma falta de Danilo. Na sequência do lance, o remate saiu sem perigo para a baliza de Marchesín.

Os dragões, claramente superiores, aumentaram a vantagem aos 41 minutos. Otávio foi carregado em falta por Zé Manuel. Num livre descaído para a direita, Corona colocou a bola na área e César desvia para o fundo da baliza dos açorianos, aumentando a vantagem do FC Porto no jogo.

As equipas regressaram sem alterações para o segundo tempo. O FC Porto manteve a pressão sobre a equipa do Santa Clara, que não conseguia sair para o ataque.

Os açorianos cometeram vários erros defensivos, mas os dragões não conseguiram concretizar as várias oportunidades que tiveram. Zé Luís, num cabeceamento no na pequena área, atirou por cima. Depois, foi a vez do guardião Marco brilhar.

A defensiva açoriana estava insegura e permitiu a recuperação de bola ao FC Porto. Numa jogada de entendimento, Nakajima desferiu um remate muito perigoso, mas Marco voltou a mostrar segurança.

O encontro tornou-se de sentido único, mas os açorianos nunca deixaram de lutar. Até final, nota para duas iniciativas atacantes. Já o FC Porto, Marega procurou até ao fim os golos, mas o maliano voltou a ficar em branco, numa vitória que "devolve" o FC Porto à liderança provisória do campeonato, com os mesmos pontos que o Benfica.

Onze do FC Porto: Marchesín, Corona, Pepe, Marcano, Manafá, Otávio, Danilo, Matheus Uribe, Luis Díaz, Marega e Zé Luís.

Onze do Santa Clara: Marco, Patrick, César, João Afonso, Fábio Cardoso e Zaidu; Francisco Ramos, Rashid, Carlos Júnior e Zé Manuel; Thiago Santana.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de