FC Porto mais perto do título. Golo de Mbemba decisivo na Mata Real

O FC Porto visitou e venceu o Paços de Ferreira esta segunda-feira. Veja o golo.

O FC Porto venceu, esta segunda-feira, o Paços de Ferreira por 1-0 na Capital do Móvel. Mbemba marcou logo nos sete minutos iniciais e o resultado assim permaneceu. Na segunda parte, a equipa da casa tentou correr atrás do empate, mas Marchesín salvou os dragões várias vezes.

Com a derrota do Benfica, os dragões conseguem isolar-se no primeiro lugar.

Já rola a bola na Capital do Móvel! Nestes primeiros minutos de jogo, o Paços tenta não pressionar muito o FC Porto para não deixar muitos espaços. Aos 4 minutos, a primeira ação disciplinar do jogo. Cartão amarelo para Marcelo após falta sobre Marcano, que se preparava para entrar, com perigo, na grande área adversária.

Chamado a converter o livre, Alex Telles levou a bola ao segundo poste e o lance levou a canto para os dragões. Na sequência desta bola parada, um canto batido por Alex Telles, Ricardo Ribeiro afastou o esférico para a zona central e Mbemba chutou de primeira para o golo inaugural, aos 7 minutos.

Aos 11 minutos, os jogadores do Paços de Ferreira ficaram a pedir penálti por mão de Pepe na área. O árbitro Luís Godinho mandou jogar. Dez minutos depois, Soares entrou, isolado, na grande área do Paços de Ferreira e ainda tentou passar a bola a Corona, mas o árbitro assinalou fora de jogo ao jogador do FC Porto.

Há três homens em exercícios de aquecimento do lado do Paços de Ferreira, perto da meia hora de jogo. Para já, o FC Porto está a dominar o jogo. Aos 28 minutos, Pedrinho marcou um livre direto e a bola saiu por cima da baliza de Marchesín.

Aos 33 minutos, Hélder Ferreira remata sem muita força, à figura de Marchesín, e o guarda-redes do FC Porto defende a dois tempos. O mesmo Hélder Ferreira, a quatro minutos dos 45, vê cartão amarelo por um lance perigoso com Manafá e falha, assim, o próximo jogo.

Stephen Eustáquio viu cartão amarelo, aos 43 minutos, sobre Corona, quando o jogador dos azuis e brancos se preparava para fazer uma transição rápida para o ataque. O árbitro Luís Godinho dá um minuto de compensação nesta primeira parte.

Intervalo na Capital do Móvel!

O árbitro apita para o reinício do encontro! Nos primeiros quatro minutos deste segundo tempo, Luiz Carlos antecipa-se à defesa do FC Porto e faz um cabeceamento muito perigoso à baliza de Marchesín. Esteve perto o empate do Paços de Ferreira.

Aos 50 minutos, o VAR analisa uma possível grande penalidade a favor do Paços de Ferreira, por suposta mão na bola de Manafá. Nada é assinalado. Cinco minutos depois, Mbemba vê cartão amarelo por falta sobre Douglas Tanque.

Dupla substituição no Paços de Ferreira aos 60 minutos. Adriano Castanheiro entra para o lugar de Hélder Ferreira e João Amaral também sai, entrando Zé Uilton. Troca de extremos no Paços de Ferreira. Um minuto depois, lance vistoso, com choque de cabeça com cabeça, entre Danilo e Douglas Tanque, dois jogadores fortes no jogo aéreo. As equipas médicas tiveram de entrar no relvado para os jogadores serem assistidos, após este choque arrepiante.

Aos 66 minutos, grande oportunidade para o Paços! Luiz Carlos rematou na sequência de um pontapé de canto. Valeu ao FC Porto uma boa defesa de Marchesín. O Paços está mais perigoso. Três minutos depois, Sérgio Conceição lança Luis Díaz para o lugar de Soares. Logo de seguida, mexida também na equipa do Paços de Ferreira. Diaby entra para o lugar de Douglas Tanque. Troca de ponta de lança por ponta de lança.

Luis Díaz aparece isolado aos 77 minutos, depois de uma falha dos dois centrais do Paços, mas Ricardo Ribeiro defende o remate do colombiano. Grande oportunidade para o FC Porto aumentar a vantagem. Dois minutos depois, nova substituição no FC Porto. Loum regressa à competição. Entra para o lugar de Otávio.

Aos 85 minutos, nova grande oportunidade para o Paços de Ferreira. Valeu aos dragões uma grande defesa de Marchesín. Um minuto depois, duas alterações na equipa do FC Porto: Vítor Ferreira e Fábio Vieira entram para os lugares de Corona e Uribe.

A um minuto dos 90, grande oportunidade do FC Porto! Na sequência de um contra-ataque conduzido por Vítor Ferreira, a bola chega a Marega, que tenta assistir Fábio Vieira. Oleg corta o lance e evita o segundo golo dos dragões.

O árbitro dá cinco minutos de compensação. Terminou o jogo na Mata Real!

Onze inicial do Paços de Ferreira: Ricardo Ribeiro; Jorge Silva, Marcelo, Maracás e Oleg; Stephen Eustáquio e Luiz Carlos; João Amaral, Pedrinho e Hélder Ferreira; Douglas Tanque.

Onze inicial do FC Porto: Marchesín; Manafá, Mbemba, Pepe e Alex Telles; Corona, Danilo, Uribe e Otávio; Marega e Soares.

Suplentes do Paços de Ferreira: Marco Ribeiro; Marco Baixinho, Bruno Teles, Bruno Santos, Diaby, Vasco Rocha, Denilson, Zé Uilton e Adriano.

Suplentes do FC Porto: Diogo Costa; Tomás Esteves, Diogo Leite, Loum, Fábio Vieira, Vítor Ferreira, Luis Díaz, Aboubakar e Fábio Silva.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de