Goleada na Amadora. Benfica vence Estrela e está nos quartos de final da Taça

Águias foram à Reboleira vencer por 4-0. Veja os golos.

O Benfica goleou esta terça-feira o Estrela da Amadora, do Campeonato de Portugal, por 4-0 e assegurou um lugar nos quartos de final da Taça de Portugal, numa partida disputada na Reboleira, Amadora.

A equipa da casa entrou bem no jogo, a criar boas oportunidades de golo logo nos primeiros dez minutos, mas foram as águias, perto do intervalo, que inauguraram o marcador. Seferovic, servido por Diogo Gonçalves, fez o primeiro remate defendido por Leão e, na recarga, Chiquinho teve a frieza de amortecer e, após ganhar posição, finalizar com a baliza escancarada.

O segundo golo apareceu aos 51 minutos. Depois de desperdiçar quatro oportunidades, à quinta foi de vez e Seferovic fez o 2-0 na sequência de mais uma jogada de Diogo Gonçalves pela direita, desmarcado por Samaris. O lateral colocou no coração da área, onde surgiu Seferovic a disparar. A bola ainda desviou no corpo de Yuran Fernandes.

Chiquinho bisou aos 62 minutos. A jogada começou com roubo de bola de Samaris, que lançou Seferovic. Este rematou e fez Filipe Leão brilhar, mas Pedrinho não deixou a bola sair e picou para a entrada de Chiquinho, que matou no peito e rematou à meia volta, marcando o seu segundo golo no jogo.

Praticamente de seguida, quatro minutos depois, Pedrinho fez o passe a rasgar e do lado direito o alemão Waldschmidt ajeitou para o pé esquerdo e rematou em jeito. Estava feito o 4-0.

Nos quartos de final, o Benfica vai defrontar o vencedor do jogo entre o Fafe, do Campeonato de Portugal, e o Belenenses SAD, da I Liga.

Começa a partida na Amadora! Logo no primeiro minuto, a primeira chance do jogo para o Benfica, com disparo de Gonçalo Ramos desviado por Yuran Fernandes para canto. Dois minutos depois, Todibo, na sua primeira ação pelas águias, fez uma "cueca" a Edu Duarte.

Demorou cinco minutos para o Estrela da Amadora a sair da pressão e aproximar-se da área encarnada, mas sem perigo. Ao minuto 9, um remate fortíssimo de Sérgio Conceição, filho do treinador do FC Porto. Valeu ao Benfica a defesa de Helton, que se atirou para o seu lado direito e fez a primeira grande defesa da noite.

Aos 11 minutos, dois cantos seguidos para o Estrela, sem ameaçar a baliza de Helton Leite. Oito minutos depois, Diogo Gonçalves cai na grande área do Estrela da Amadora, mas o árbitro manda levantar o jogador encarnado.

Grande ocasião para Pedinho, aos 21 minutos, que, na cara do golo, falha o primeiro do Benfica! A bola passou a rasar a baliza de Filipe Leão. Aos 24 minutos, mais uma grande descida do Estrela da Amadora, em contra-ataque, e a equipa da casa esteve perto do golo mais uma vez. As águias estão a pôr-se a jeito. Murillo driblou Tavares e o remate foi contra as pernas de Jardel!

Dois minutos depois, responde o Benfica com um lance rápido pela direita: Diogo Gonçalves cruzou para Gonçalo Ramos ao meio, que não conseguiu finalizar e ficou até queixoso, pois apoiou mal o pé após falhar o remate.

Feita a meia hora de jogo, é livre para o Estrela da Amadora junto ao banco do Benfica, onde está Jorge Jesus. O jogo continua muito equilibrado. Não se notam grandes diferenças entre a equipa do Campeonato de Portugal e a que luta pelo título.

Aos 42 minutos, na sequência de um cruzamento de Diogo Gonçalves e de um falhanço de Seferovic, Chiquinho fuzilou as redes do Estrela da Amadora.

Três minutos depois do golo, confusão junto à linha lateral, após uma falta de Chapi Romano sobre Diogo Gonçalves. Há amarelo para Chapi Romano e Samaris, na sequência da confusão que se gerou, para Yuran Fernandes e para o técnico dos da casa, Rui Santos.

É intervalo na Amadora!

Recomeça o jogo. Aos dois minutos da segunda parte, cruzamento de Diogo Gonçalves desviado num defesa do Estrela e Filipe Leão defende com dificuldade, pois a bola bateu à sua frente. À quinta foi de vez: Seferovic marcou aos 51 minutos e fez o segundo golo do Benfica. Mais uma jogada de Diogo Gonçalves pela direita a colocar no coração da área, onde surge Seferovic a disparar. A bola ainda desviou no corpo de Yuran Fernandes. É o décimo golo do jogador encarnado esta temporada.

Aos 54 minutos, Hélder Laton reduz para o Estrela da Amadora. Após livre frontal, Zé Pedro assistiu a entrada do médio, que desviou de Helton Leite, mas o lance é analisado pelo VAR e o tento acaba por ser anulado por fora de jogo. Mantém-se o 2-0 para o Benfica.

Belo golo de Chiquinho, aos 62 minutos. É o bis do camisola 19 do Benfica. A jogada começou com roubo de bola de Samaris, que lançou Seferovic. Este rematou e fez Filipe Leão brilhar, mas Pedrinho não deixou a bola sair e picou para a entrada de Chiquinho, que matou no peito e rematou à meia volta, marcando o seu segundo golo no jogo.

Goleada! O quarto golo do Benfica surge aos 66 minutos, por intermédio de Waldschmidt, que também deixa, assim, a sua marca no jogo. Visão de Pedrinho a fazer o passe a rasgar, do lado direito o alemão ajeitou para o pé esquerdo e rematou em jeito.

Quatro minutos depois, tripla substituição no Estrela da Amadora. Entram Diogo Leitão, Luís Mota e Leandro Tipote, saem Chapi Romano, Xavier Fernandes e Murillo. Cinco minutos depois, Jorge Jesus também mexe. Entram Rafa e Ferreyra para o lugar de Pedrinho e Seferovic na equipa do Benfica.

Aos 77 minutos, Horácio Jau é assistido após choque com Taarabt. Três minutos depois, um alívio de Jardel acaba por desmarcar Waldschmidt, mas o alemão adiantou demasiado a bola e o guarda-redes rival chegou primeiro.

Waldschmidt ao lado, aos 82 minutos! Isolado e já com Leão batido, atirou por cima, após assistência de Rafa. Três minutos depois, uma grande defesa de Helton a negar o tento de honra à formação tricolor. Todibo, que está a fazer o primeiro jogo esta temporada, está com dificuldades físicas.

A um minuto do 90, o Benfica tem o jogo controlado, mas Jorge Jesus vai esbracejando e mandando muitas instruções para o interior do relvado. O árbitro dá dois minutos de compensação, o jogo está quase, quase a acabar.

Acabou!

Onze inicial do Estrela: Filipe Leão; Sérgio Conceição, Zé Pedro, Yuran Fernandes e Edu Duarte; Horácio Jau, Xavier Fernandes e Hélder Laton; Chapi Romano, Paollo Madeira e Ronald Murillo

Onze inicial do Benfica: Helton, Diogo Gonçalves, Jardel, Todibo, Nuno Tavares, Samaris, Taarabt, Chiquinho, Pedrinho, Gonçalo Ramos e Seferovic.

Suplentes do Estrela: Fábio Matos; Diego Zaporo, Diogo Leitão, Luís Mota, Filipe Gaspar, Guilherme Miranda e Leandro Tipote.

Suplentes do Benfica: Svilar, Otamendi, Grimaldo, Weigl, Rafa, Waldschmidt e Ferreyra.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de