Diogo Leite faz a diferença e FC Porto entra a ganhar na Taça da Liga

Diogo Leite marcou o único golo do jogo nos descontos da primeira parte. Veja o golo.

O FC Porto voltou a vencer o Santa Clara (1-0), mas desta vez em jogo da fase de grupos da Taça da Liga. O único golo do encontro foi apontado nos descontos da primeira parte por Diogo Leite, que fez parte de um conjunto de jogadores a quem Sérgio Conceição deu minutos. O jogo ficou ainda marcado pela lesão de Romário Baró, que saiu do relvado de maca e em lágrimas.

Três dias depois do encontro para a I Liga, FC Porto e Santa Clara voltaram a jogar no Estádio do Dragão, mas com elencos diferentes. Ambos os treinadores promoveram várias alterações nas equipas iniciais. Do lado do FC Porto, Sérgio Conceição fez nove alterações, deixando apenas Pepe e Alex Telles no onze. O jogo marcou ainda a estreia a titular de Fábio Silva na equipa dos dragões.

O encontro começou com uma jogada individual de Nakajima. O japonês pegou na bola no meio campo, numa jogada que culminou num remate perigoso para a baliza dos açorianos.

Aos 10 minutos, foi a vez do Santa Clara tentar abrir o marcador. Schettine isolou Pineda, mas o jogador, na cara de Diogo Costa, atirou ao lado.

Os açorianos queriam fazer história no Dragão, onde nunca venceram, e aos 21 minutos tiveram nova oportunidade. Na sequência de um livre, a bola "caiu" na entrada da área onde estava Luís Marques. O médio rematou cruzado, fazendo o esférico passar muito perto do alvo.

Contudo, a estratégia da equipa visitante passava pelo contra-ataque. O FC Porto tinha o controlo do jogo e, à meia hora, apareceu Soares. O avançado ganhou espaço à entrada da área e, de pé esquerdo, rematou com força e rasteiro, obrigando o guardião André Ferreira a protagonizar uma boa defesa. A bola foi desviada para canto.

Aos 41 minutos, Diogo Leite subiu à área e na sequência de um canto, cabeceou ao lado do poste esquerdo da baliza açoriana. O central viria a abrir o marcador, já nos descontos da primeira parte.

Numa jogada de entendimento entre Alex Telles e Nakajima, a bola foi cruzada para a área e o jovem central portistas saltou e desta vez na falhou, abrindo a contagem no Dragão. O FC Porto marcou na última jogada do primeiro tempo.

Na segunda parte, o Santa Clara veio com vontade de inverter o resultado no marcador. Apesar da pressão e superioridade do FC Porto, os açorianos criaram algumas oportunidades de algum perigo. Um desses lances foi protagonizado por Schettine. Após canto à direita, o jogador insular desviou ao segundo poste e golo esteve por milímetros.

Os dragões responderam e tentaram aumentar a vantagem. Nakajima liderava os ataques, num jogo em que o japonês apresentava a sua criatividade. O japonês fartou-se de desequilibrar a defensiva adversária, no entanto faltava "poder de fogo" aos homens da frente.

Em cima do tempo regulamentar, Fábio Cardoso cometeu uma falta "dura" sobre Romário Baró. O menino do Olival saiu do relvado na maca e em lágrimas. A equipa portista pediu a expulsão do jogador açoriano por causa deste lance.

Onze do FC Porto: Diogo Costa; Manafá, Pepe, Diogo Leite e Alex Telles; Mbemba, Bruno Costa e Romário Baró e Nakajima; Soares e Fábio Silva.

Suplentes do FC Porto: Marchesín, Tomás Esteves, Luis Díaz, Loum, Uribe, Otávio e Zé Luís.

Onze do Santa Clara: André Ferreira; Rafael Ramos, César, Fábio Cardoso e Mamadu; Nené, Lincoln e Lucas Marques; Schettine, Alfredo Stephens e Pineda.

Suplentes do Santa Clara: João Lopes, Zaidu, Ukra, Evouna, Bruno Lamas, João Lucas e Pablo Lima.

No jogo para a I Liga, no domingo, Zé Luís e um autogolo deram a vitória aos azuis e brancos frente à equipa insular.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de