Sporting ultrapassa Vitória de Guimarães em jogo atribulado

Acompanhe em direto as reações.

A maratona de futebol acabou em Alvalade. As primeiras equipas a entrar em campo foram Tondela e Benfica, que se defrontaram no estádio João Cardoso a contar para a jornada 8 da Primeira Liga, com os encarnados a levarem a melhor, por 0-1. O FC Porto defrontou o Famalicão, a grande revelação do campeonato, e saiu vencedor com uma vantagem de três bolas a zero.

O Sporting subiu este domingo ao quarto lugar isolado da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer por 3-1 na receção ao Vitória de Guimarães, em jogo da oitava jornada da prova.

O avançado Jesé estreou-se a marcar pela equipa lisboeta, aos 29 minutos, tendo Acuña, aos 32, e Coates, aos 74, aumentado a vantagem 'leonina', à qual os minhotos - que interromperam uma série de três triunfos seguidos no campeonato - responderam com o golo solitário de Léo Bonatini, aos 67.

O Sporting ascendeu à quarta posição, com 14 pontos, ultrapassando, entre outras equipas, o Vitória de Guimarães, quinto classificado, com 12, e mantendo a distância de sete pontos para os rivais FC Porto e Benfica, novos líderes da I Liga.

Nos primeiros momentos do jogo em Alvalade, Davidson surgiu logo a cruzar com perigo da esquerda, mas André Almeida rematou ao lado. O Sporting respondeu: Rosier avançou pela direita e cruzou para Bruno Fernandes tocar de calcanhar para as mãos de Miguel Silva.

Aos três minutos, Vietto lança em profundidade e Jesé remata forte, mas por cima.

Nova jogada de perigo em Alvalade aos 14 minutos: Davidson cruza da esquerda com perigo, Mathieu tem corte providencial de cabeça, quando Bonatini já se preparava para o desvio.

Para além de um Sporting inseguro, os primeiros minutos são marcados pela ausência das claques e dos seus nomes no topo sul. Registam-se petardos e assobios em Alvalade.

Depois de Bonatini atirar muito por cima da baliza do Sporting, foi a vez de os leões atacarem, mas com um remate certeiro. Jesé, no frente a frente com Miguel Silva, passa pelo guarda-redes e inaugura o marcador, aos 29 minutos.

Três minutos mais tarde, é a vez de Acuña aumentar a vantagem leonina.

Dois minutos depois do intervalo, Frederico Venâncio tira a bola em cima da linha de golo. Segue-se um contra-ataque muito rápido do Sporting, em que a bola sobra para Bruno Fernandes, que remata para a defesa incompleta de Miguel Silva. A bola continuou em direção à linha de golo, mas o defesa-central do Vitória cortou o lance.

Na sequência do lance, Bruno Fernandes desentendeu-se com Miguel Silva, e o lance gerou dúvidas. Artur Soares Dias vai até ao VAR para averiguar a existência de penálti de Miguel Silva sobre Bruno Fernandes, e marca pontapé de canto.

Aos 61 minutos, a primeira substituição para o clube de Guimarães: entra João Carlos Teixeira para o lugar de André Almeida.

Depois de um remate muito perigoso de João Carlos Teixeira, que sai pouco ao lado da baliza defendida por Renan, Vitória reduz por Léo Bonatini. E, aos 69 minutos, o Vitória de Guimarães volta a deixar o Sporting a tremer: o remate perigoso de Davidson para defesa de Renan é uma grande e desperdiçada oportunidade.

Aos 74 minutos, nova reviravolta no marcador, com um livre batido por Acuña para o cabeceamento de Coates. O guarda-redes do Vitória, Miguel Silva, larga a bola e o uruguaio aproveita a oportunidade para encostar.

E, aos 84 minutos, a entrada Rodrigo Fernandes, de 18 anos, numa estreia no Sporting.

O Sporting recebeu o Vitória em claro momento de crise em Alvalade. E este não era claramente o adversário mais desejável, até porque entrava nesta oitava jornada à frente dos leões na classificação (quarto contra oitavo), embora por apenas um ponto, e que tem demonstrado muita qualidade de jogo no que levamos de temporada - veja-se a excelente exibição realizada em Londres, frente ao Arsenal.

O Sporting ocupava o oitavo lugar da tabela classificativa com 11 pontos. Os vitorianos seguiam na quarta posição com 12. Só se verificariam alterações na tabela classificativa em caso de empate ou vitória dos leões. Se se verificasse a divisão de pontos, os leões superariam Santa Clara e Rio Ave, igualando Tondela e Boavista, mantendo-se um ponto atrás do V. Guimarães. Com o triunfo, os leões passam aquelas quatro equipas e saltam para a quarta posição ocupada pelo adversário desta noite.

No VAR esteve André Narciso auxiliado por Venâncio Tomé. Artur Soares Dias foi o árbitro principal deste encontro, assistido por Rui Licínio e Paulo Soares. David Silva foi o quarto árbitro.

Onze do Sporting: Renan; Rosier, Coates, Mathieu e Acuña; Bruno Fernandes, Doumbia e Eduardo; Vietto, Bolasie e Jesé.

Onze do Vitória de Guimarães:Miguel Silva; Victor Garcia, Tapsoba, Frederico Venâncio e Florent; Mikel Agu, Lucas Evangelista e André Almeida; Marcus Edwards, Bonatini e Davidson.

Suplentes do Sporting: Luís Maximiano, Ilori, Borja, Miguel Luís, Gonzalo Plata, Rodrigo Fernandes e Luiz Phellype.

Suplentes do V. Guimarães: Douglas, Pedro Henrique, Rafa Soares, João Teixeira, Al Musrati, Rochinha e André Pereira.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados